Uma ou três séries? Baixo, ou alto volume? O que será melhor?

Esta talvez seja a questão mais polémica e com certeza, uma das mais discutidas nos fóruns internacionais. Foi também a esta questão a que cientistas do departamento de desporto da Universidade de Florida tentaram responder. três séries proporcionam melhores resultados que apenas uma? Mais volume significa mais e melhores resultados? Vamos ver…

Propósito: O objectivo deste estudo, foi determinar os efeitos do aumento de volume de uma série para três, ao nível da força muscular, resistência muscular e composição corporal em atletas adultos, praticantes de musculação de forma recreativa.

Métodos utilizados: Foram recrutados 42 adultos com a idade média de 40 anos e com cerca de 4 anos de experiência de treino. Estes indivíduos tinham vindo a realizar, durante um ano, uma série de 9 exercícios executados em forma de circuito, ou seja, seguidos, sem intervalo de tempo entre exercícios. 21 Voluntários continuaram a realizar uma série até à falha muscular, e outro grupo de 21 indivíduos passaram a executar três séries de 8-12 repetições, também até à falha.

Os dois grupos treinaram 3 vezes por semana, e a resistência muscular foi medida como sendo o numero de repetições realizadas até à falha com 75% de uma repetição máxima, que foi medida antes do inicio do estudo, assim como também foram tiradas medidas de composição corporal através de um “fat calliper”. A experiência teve a duração total de 13 semanas.

Resultados: Ambos os grupos obtiveram melhorias significativas a nível de resistência muscular e a nível de 1 repetição máxima, poderá consultar os resultados na tabela abaixo.

Tabela 1

LE = extensão de pernas (leg extension), LC = curl de femorais (leg curl), CP = supino (chest press), OP = press militar (overhead press), BC = curl de bíceps (bíceps curl)

Ambos os grupos obtiveram melhorias significativas a nível de composição corporal, Não foi possível encontrar diferenças significativas em termos de resultados em nenhuma das variáveis testadas.

Os cientistas afirmaram:

Os dois grupos obtiveram mudanças positivas a nível de melhoria do nível de resistência e composição corporal como resultado das 13 semanas de treino.

Os resultados comprovam que os programas com apenas uma série por exercício, ainda são eficientes mesmo após um ano de treino, e que aumentar o volume de treino ao longo das 13 semanas, não proporcionou mais vantagens a nível de resultados desportivos para atletas de musculação recreacionais.

Conclusão: Este é um dos estudos que comprovam que, pode obter excelentes resultados, realizando apenas uma série por exercício, e pelo menos do ponto de vista do tradutor deste estudo, mais séries, não significam necessariamente, mais resultados, tal como podemos comprovar neste estudo.

Referência!

Avatar

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.