Uma maçã por dia mantém o médico afastado

Estudos realizados em animais demonstraram que a pectina e polifenóis da maçã podem melhorar o metabolismo lipídico e reduzir a produção de moléculas pro-inflamatórias. Em pesquisas mais recentes Arjmandi é o primeiro a avaliar os efeitos cardio-protectores  a longo prazo do consumo diário de maçãs em mulheres pós-menopáusicas.

Os resultados deste estudo financiados pelo USDA serão apresentados na “Experimental Biology 2011” em 12 de Abril em Washington, DC.

Este estudo seleccionou de forma aleatória, 160 mulheres com idades entre 45-65 para um dos dois grupos de intervenção dietética: um recebeu maçãs secas por dia (75g/day por 1 ano) e o outro grupo comia ameixas secas todos os dias durante um ano. Foram recolhidas a mostras de sangue aos 3, 6 e 12 meses.

Os resultados surpreenderam Dr. Arjmandi, que afirmou que ” aos seis meses, ocorreram mudanças incríveis nas mulheres que comeram maçãs, eles tiveram uma diminuição de 23% no colesterol LDL”, que é conhecido como o “mau colesterol”. O consumo diário de maçãs também levou a uma diminuição dos níveis de hidroperóxido lipídico e proteína C reactiva nas mulheres.

Arjmandi afirmou:

Eu nunca esperei que o consumo da maçã pudesse causar uma redução do colesterol mau a esse nível, aumentando o colesterol HDL ou bom colesterol em cerca de 4% . Outra vantagem é que o consumo adicional de 240 calorias por dia, provenientes da maçã seca, não ter causado ganho de peso nas mulheres, na verdade, elas perderam em média 1,5kg .

A Redução do peso corporal é um benefício adicional para a ingestão diária de maçã. Parte da razão para a perda de peso poderia ser pectina da fruta, que é conhecida por ter um efeito de saciedade. O próximo passo para confirmar os resultados do presente estudo será um estudo multi-investigação a nível nacional.

Há frequentemente alguma verdade por trás dos nossos ditados comuns, e, no caso de “uma maçã por dia, ‘o dr. Arjmandi tem vindo a demonstrar que a ciência da nutrição dá razão ao significado da expressão. “Todos podem beneficiar com o consumo de maçãs”.

Esta pesquisa foi realizada pelos drs. Sheau C. Chai, Hooshmand Shirin, Raz Saadat L., e Bahram Arjmandi, da Universidade Estadual da Flórida.

Fonte!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.