Um corpo hidratado utiliza mais gordura e menos proteína

Num estudo já um pouco antigo, os investigadores aumentaram os níveis de líquidos nos voluntários do estudo e mediram o seu efeito no metabolismo.

Os voluntários queimaram mais gordura e menos proteína. Parece impossível, mas a água é um anabolizante.

Os investigadores desidrataram os voluntários do estudo com uma solução de sal. O sal retira a água das células. Os investigadores imitaram o efeito de nível alto de líquidos, introduzindo água e usaram uma hormona para reduzir a quantidade de líquido perdida durante a urina.

No gráfico abaixo pode ver o efeito do líquido na libertação da gordura das células adiposas, para que o organismo as possa queimar. A concentração de glicerol no organismo aumenta à medida que as células adiposas libertam mais ácidos gordos.

 

Tabela 1

O “estudo da hipo-osmolaridade” mostra o que acontece no organismo dos voluntários do estudo quando ficaram completamente hidratados.

Abaixo pode ver o efeito de um nível acrescido de líquido na oxidação de proteína. Hypo = Células hidratadas, hyper = células desidratadas, iso = grupo de controlo. Os investigadores mediram a decomposição da proteína através da oxidação do aminoácido leucina.

Tabela 2

A conclusão: As células adiposas que estejam saturadas de água libertam gordura com mais facilidade, células musculares que estejam cheias de água poupam proteínas. A água é o anabolizante perfeito.

Referência!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.