Treino de musculação mantém as mulheres em melhor forma do que a terapia de reposição hormonal

À medida que as mulheres atingem a menopausa, e os seus corpos vão produzindo menos hormonas como o estradiol e a progesterona, e muitas vezes perdem massa muscular e começam a acumular reservas de gordura ao redor da cintura. Se você quiser fazer algo sobre isso, há duas coisas que pode tentar: colocam as mulheres numa terapia de reposição hormonal, claro, ou deixá-las participar musculação. Os fisiologistas da Universidade do Arizona descobriram há alguns anos que as mulheres na menopausa retiram mais benefícios do treino da resistência.

Na verdade, ainda não se sabe exactamente porque motivo a composição corporal das mulheres começa a declinar a um ritmo mais rápido depois de atingirem os 50 e poucos. Uma antiga teoria apontou para declínio da produção corporal de hormonas femininas como sendo a causa. Mas muitos dos estudos dedicados á relação entre a menopausa e o declínio da massa muscular acabou por contradizer os seus resultados.

O grande especialista científico acerca da relação entre as hormonas femininas na menopausa e a saúde foi o endrocinologista americano Eric Poehlman. foi aplicada uma sentença de prisão a Poehlman em 2006 por fraude científica.

Financiado por empresas farmacêuticas, como a Lilly, Poehlman produziu vários estudos clássicos que demostravam que as mulheres na menopausa tornavam-se mais saudáveis, mais musculadas e mais magras, se recebessem hormonas sintéticas. Um dos seus colegas, no entanto, conseguiu mostrar que Poehlman tinha inventado os dados dos seus estudos.

Outros estudos têm demonstrado que a terapia de reposição hormonal aumenta o risco de desenvolvimento de cancro.

E então foi assim que a terapia de reposição hormonal se transformou numa questão controversa. E é isso que torna o estudo da Universidade do Arizona, publicado no “Medicine & Science in Sports & Exercise”, em 2003, tão interessante. Ele compara o que as mulheres com idade entre 40 e 66 podem esperar obter após um ano de treino de musculação, e com a terapia de reposição hormonal pelo mesmo período de tempo.

Os pesquisadores realizaram uma experiência com dois grupos de pouco mais de 110 mulheres. Um grupo não realizou qualquer tipo de treino, e o outro grupo foi ao ginásio três vezes por semana. As mulheres realizaram duas sessões de treino em 70 por cento da sua 1RM, e uma com 80 por cento da sua 1RM.

Nas sessões de treino, realizaram exercícios básicos como: prensa de pernas, agachamento hack, agachamento smith, puxada na polia alta, press militar, elevações laterais e hiperextensões. Para além disso, treinaram em máquinas aeróbicas e/ou participaram em aulas de aeróbica.

Metade das mulheres de cada grupo recebeu a terapia de reposição hormonal. A maioria delas recebeu uma pílula que continha análogos do estradiol e da progesterona.

As figuras abaixo mostram-nos os efeitos do treino ou da reposição hormonal sobre a massa dos tecidos moles das mulheres  – a massa do corpo que não é osso. A figura mais abaixo mostra-nos o que aconteceu á massa adiposa das voluntárias do estudo.

Tabela 1

Os números dizem-nos que o treino de musculação tem um efeito sobre a massa muscular mais forte do que a terapia hormonal. A terapia hormonal reduz a massa adiposa, e como resultado disso reforça um pouco o efeito da musculação, mas o treino com pesos tem um efeito mais notório.

Os números acima são animadores, mas não o suficiente. Eles não demonstram a eficácia que o treino de musculação pode ter. Nem todas as mulheres seguiram o programa de treino. Muitas delas faltaram a sessões de treino.

Quando os pesquisadores ajustaram os seus dados de acordo com a quantidade de treino que as mulheres tinham realizado, descobriram que quanto mais fieis as mulheres fossem em relação ao treino, maiores eram os benefícios que recebiam.

 

Tabela 2 e 3

Os investigadores concluiram:

Estes são resultados muito encorajadores, particularmente à luz dos relatórios recentes que lançam uma sombra de dúvida sobre os efeitos na saúde da forma mais popular de TRH (Terapia Reposição Hormonal) em mulheres saudáveis na pós-menopausa.

Referência!

Avatar

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.