Quanto menos se sentar, mais tempo irá viver

Quanto maior for o numero de horas que passe sentado durante o dia – e não faz diferença se é numa secretária, computador ou caixa de supermercado – mais probabilidades terá de morrer mais cedo.

Se for mais ativo durante o dia, as suas probabilidades de viver mais tempo, são maiores. Essa foi a conclusão a que chegaram investigadores do Centro de Pesquisa Bio-médica do Canadá a partir de um estudo que realizaram e que envolveu 700 pessoas.

Os investigadores utilizaram dados de pessoas que participaram num inquérito nacional em 1981, o “Canada Fitness Survey”. Os participantes tinham 18 a 19 anos quando o estudo começou, e foram seguidos durante 30 anos. A partir dos dados recolhidos, os investigadores chegaram á conclusão de que existe uma relação directa entre a quantidade de actividade física e as probabilidades de morrer. Isto é ilustrado na figura abaixo.

Tabela 1

Em relação aos participantes que permaneciam activos quase todo o dia, 95% ainda estavam vivos após 30 anos. No que diz respeito aos participantes que eram sedentários quase todo o dia, apenas 80% ainda estavam vivos.

Tabela 2

A actividade física não protege muito contra o cancro, mas é eficiente contra as doenças circulatórias. O efeito positivo foi ainda maior para as “outras causas de morte”. Isso inclui as doenças respiratórias, lesões e violência, desordens do sistema nervoso e problemas do sistema digestivo.

Tabela 3

De acordo com os investigadores, o seu estudo mostra que a actividade física, é ainda mais saudável do que já se pensava. E afirmam que “Os médicos não só deveriam aconselhar os pacientes a aumentar o nível de actividade física e a manter um baixo nível de peso corporal, como também a reduzir a quantidade de tempo que passam a ser sedentários de uma forma geral e especialmente, sentados.

Referência!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.