Quanto mais massa muscular tiver mais tempo irá viver

As pessoas com mais de 65 anos com mais massa muscular têm a menor probabilidade de morte. A massa corporal magra protege à medida que os anos passam.

Isto segundo o que escreveram investigadores suecos da Universidade de Umea, na Suécia, em “Age and Ageing”.

Os investigadores suecos usaram dados de 921 homens e mulheres com idades entre os 65 e 89, que tinham vindo a recolher desde 1991. Os investigadores determinaram a composição corporal dos homens e mulheres, porque estavam a investigar a osteoporose.

Em meados de 2009, os investigadores verificaram quais os homens e mulheres que ainda estavam vivos, e depois verificaram se havia uma relação entre a composição corporal e a probabilidade de sobrevivência.

A tabela abaixo resume as relações que encontraram. Entre as mulheres, a taxa de mortalidade foi menor quanto maior a sua massa magra, mas a massa gorda também teve um efeito protetor.

A gordura ginóide em particular, parece ter um efeito protetor.Este é o tipo de gordura que normalmente associamos às mulheres, como a gordura nas ancas. As pessoas com uma grande quantidade de gordura ginóide têm um corpo em forma de pêra.

massa muscular magra mortalidade

Nos homens a massa corporal magra também reduziu a taxa de mortalidade. Quando se trata de quantidade de gordura, parece que para os homens existe há uma quantidade ótima. Os homens com muito pouca gordura têm maiores probabilidades de morrer, assim como os homens com uma quantidade muito grande de gordura.

Nos homens, quer a quantidade ideal de gordura corporal esteja localizada num lugar tipicamente masculino – e neste caso estamos a falar da gordura abdominal – ou não, faz pouca diferença.

Se os suecos tiverem razão, será que podemos partir do princípio de que o treino de musculação pode aumentar a longevidade das pessoas?

Referência!

Avatar

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Comentários fechados.