Potencie os resultados dos seus treinos com as repetições forçadas

Potencie os resultados dos seus treinos com as repetições forçadasPara quem não sabe, as repetições forçadas são uma técnica de treino de alta intensidade utilizada pelos praticantes de musculação em que um parceiro de treino ajuda outro a realizar algumas repetições extra “forçadas” quando este já não consegue realizar mais nenhuma repetição pelos seus próprios meios.

As repetições forçadas são um método popular para aumentar a intensidade de qualquer programa de treino de musculação.

Mas será que esta técnica funciona? Será que as repetições forçadas potenciam os resultados dos seus treinos? Um estudo realizado por finlandeses na Universidade de Jyväskylä, poderá ajudar a responder a esta questão.

O objetivo principal do estudo foi investigar as respostas neuromusculares e hormonais agudas e a recuperação em atletas de musculação versus não atletas durante treinos de musculação realizados com protocolos de repetições forçadas e repetições máximas.

Como foi realizado o estudo:

Para o estudo em questão, os investigadores recrutaram 8 atletas masculinos com bastantes anos de experiência de treino com pesos e 8 homens fisicamente ativos mas que não praticavam musculação.

O estudo foi composto por duas sessões de carga: repetições máximas (RM) e repetições forçadas (RF). A sessão de repetições máximas incluiu 12 RM de agachamento para 4 séries com um período de recuperação de 2 minutos entre séries.

Na sessão de repetições forçadas, a carga inicial foi mais elevada do que na de RM de forma a que os voluntários pudessem levantar aproximadamente 8 repetições por si e 4 repetições adicionais com assistência.

Foram realizadas análises antes e após os protocolos de carga, para determinar os níveis de testosterona, cortisol, hormona de crescimento e lactato.

Também foi registada a força isométrica voluntária máxima e atividade EMG dos músculos extensores das pernas (quadríceps) antes e após a carga, bem como 24 e 48 horas após ambos os protocolos, em ambos os grupos.

E os resultados:

As concentrações das hormonas medidas aumentaram de forma significativa após ambos os protocolos, nos dois grupos.

As respostas tenderam a ser mais elevadas no grupo das repetições forçadas do que no grupo das repetições máximas e o aumento das concentrações de testosterona foi significativamente mais elevado em ambas os grupos de atletas de musculação experientes.

Os investigadores concluíram:

Estes dados sugerem que, pelo menos em atletas de musculação experientes, o protocolo das repetições forçadas é uma alternativa viável ao protocolo mais tradicional de repetições máximas e pode até ser um método superior.

Potencie os resultados dos seus treinos com as repetições forçadas
O treino com repetições forçadas poderá proporcionar mais resultados, sobretudo nos praticantes de musculação mais avançados.

Conclusão

A partir deste estudo podemos constatar que o treino com repetições forçadas proporciona um ambiente hormonal mais anabólico e positivo. Curiosamente, o aumento hormonal proporcionado por esta técnica é maior nos atletas com mais experiência de treino.

Realizar mais repetições com ajuda, irá ajudá-lo a levantar mais peso e a realizar um volume de treino total mais elevado. Isto resulta numa diferença na quantidade de tempo em que os seus músculos estão a ser estimulados e é essencial para criar o melhor ambiente anabólico.

Na minha opinião, as técnicas especiais para aumentar a intensidade dos treinos, como as repetições forçadas, devem ser utilizadas apenas de forma esporádica e de preferência nos grupos musculares que menos respondem aos treinos ou que se desenvolvem de forma mais lenta.

Referência!

Deixe uma resposta