A posição dos pés na cadeira extensora influencia a ativação muscular dos quadríceps?

posição dos pés exercício cadeira extensoraO músculo quadríceps femoral é o músculo mais forte do corpo humano e desempenha um papel importante tanto na prática desportiva como em atividades típicas do dia-a-dia.1

É comum acreditar-se que, modificar a posição dos pés durante o exercício cadeira extensora permite enfatizar o trabalho ou recrutar mais um músculo dos quadríceps relativamente a outros.2

Na generalidade acredita-se que rodar os pés para fora (rotação externa dos pés) irá colocar uma maior ênfase no músculo vasto lateral, enquanto que rodar os pés para dentro (rotação interna) irá trabalhar mais o vasto medial.2

O que dizem os estudos?

Este é um tema que também já despertou o interesse de investigadores no passado e já foram realizados estudos que procuraram determinar a influência da posição dos pés na ativação muscular de vários músculos que compõem o quadríceps, nomeadamente o vasto lateral, vasto medial e o reto femoral.2,3

Neste trabalho:2

  • A rotação interna (pés para dentro) produziu a maior ativação para o vasto lateral e medial.
  • A rotação externa (pés para fora) produziu a maior ativação no reto femoral.

ativação eletromiográfica posição pés cadeira extensoraPara além disso, um outro trabalho, mais recente obteve resultados que, em grande parte, estão de acordo com os resultados do estudo anterior, tendo-se observado:3

  • Maior atividade EMG no vasto lateral durante as posições neutras e com a rotação interna.3
  • Maior atividade EMG no reto femoral na posição com a rotação externa.3

Maior ativação EMG com os músculos extensores dorsais do pé contraídos

extensão dos dedos dos pésDe referir ainda que vários trabalhos observaram uma maior atividade eletromiográfica (EMG) do quadríceps quando os músculos extensores dorsais do pé foram pré-ativados, nomeadamente nos exercícios isometric quadriceps strengthening4 e leg press, 1,5 permitindo ainda saltar a uma maior distância no teste single leg hop.1

Conclusão

A literatura científica atual comprova a noção de que a posição dos pés no exercício cadeira extensora pode promover uma maior ou menor ativação muscular de vários músculos do quadríceps.

Em alguns cenários, poderá ser útil estimular, de forma seletiva, músculos específicos dos quadríceps. No culturismo, a simetria entre os músculos quadríceps é de extrema importância. Isso também poderá ser importante na reabilitação e prevenção de lesões, com o objetivo de desenvolver músculos atrofiados devido a lesão ou a períodos de imobilização, bem como corrigir desequilíbrios musculares, uma vez que estes podem conduzir a desalinhamentos e a lesões.2,3

Por outro lado, também é possível que a prática de executar o exercício cadeira extensora, noutra posição que não seja com os pés numa posição neutra, possa agravar o risco de lesões na articulação do joelho.5 Ou seja, os benefícios poderão não compensar os potenciais riscos, até porque as diferenças, em termos de ativação eletromiográfica dos diferentes músculos que compõe o quadríceps, não parecem muito expressivas.2,5

Clique para mostrar/ocultar as referências

  1. Angst F, Kaufmann M, Benz T, Nehrer S, Aeschlimann A, Lehmann S. Quadriceps performance under activation of foot dorsal extension in healthy volunteers: an interventional cohort study. BMC musculoskeletal disorders. 2015;16:340-340.
  2. Stoutenberg M, Pluchino AP, Ma F, Hoctor JE, Signorile JF. The impact of foot position on electromyographical activity of the superficial quadriceps muscles during leg extension. Journal of strength and conditioning research. 2005;19(4):931-938.
  3. Signorile JF, Lew KM, Stoutenberg M, Pluchino A, Lewis JE, Gao J. Range of motion and leg rotation affect electromyography activation levels of the superficial quadriceps muscles during leg extension. Journal of strength and conditioning research. 2014;28(9):2536-2545.
  4. Tepperman PS, Mazliah J, Naumann S, Delmore T. Effect of ankle position on isometric quadriceps strengthening. American journal of physical medicine. 1986;65(2):69-74.
  5. Tassi N, Guazzelli Filho J, Goncalves M, Vitti M, Krool LB. Electromyographic evaluation of the rectus femoris muscle during exercises performed on the leg press. Electromyography and clinical neurophysiology. 1998;38(4):223-229.

Avatar

Siga-nos através das redes sociais.