Porque não deve usar a dieta de Atkins para perder gordura

A dieta de Atkins é uma das mais populares. Entre 2003-2004, 1 entre cada 11 norte-americanos estava a seguir esta dieta. As pessoas afirmam perder 10kgs de peso durante as primeiras 2 semanas com a dieta Cetogénica do Dr. Robert Atkins.

Mas será a dieta de Atkins eficiente para perda de massa adiposa? Neste artigo irá obter uma análise da dieta de Atkins e uma comparação com outras dietas para perda adiposa.

Como funciona a dieta de Atkins?

A dieta de Atkins é uma dieta baixa em carboidratos (Cetogénica). Os legumes, frutas e amiláceos, ficam de fora até uma fase posterior da dieta. Isto força o seu organismo a usar a gordura como fonte de energia em vez do glicogénio. A dieta de Atkins tem 4 fases:

  • Fase de indução: Nesta fase, limita-se a ingestão diária de carboidratos para cerca de 20g. Estes devem ser fornecidos pelos vegetais. A fase de indução dura 2 semanas.
  • Continuação da fase de perda de peso: aumenta a sua ingestão de carboidratos por 5g/dia em cada semana. Esta fase dura até que esteja a 5kgs de atingir o peso pretendido.
  • Pré-manutenção: Aumenta a ingestão de carboidratos em 10g/dia em cada semana. O objectivo é descobrir a quantidade de carboidratos que pode ingerir sem ganhar peso.
  • Manutenção do estilo de vida: Alimentos não processados e uma ingestão moderada de carboidratos. Pode regressar às fases anteriores se ganhar peso.

O que está mal na dieta de Atkins?

A dieta de Atkins faz com que se foque na perda de peso, em vez da perda de gordura. Isto está errado, já que perder peso não é igual a perder gordura. Mais pontos que estão errados com a dieta de Atkins:

  • Pouca perda de gordura. Os carboidratos ligam-se á água. Diminuir a ingestão de carboidratos causa perda de peso: perda de água. Meça a sua massa adiposa com pregas adiposas, e poderá observar que, a perda de peso que obtém na dieta Atkins, não é apenas pura massa adiposa.
  • Não adequada para atletas. O músculo utiliza carboidratos como fonte de energia. Sem carboidratos, irá ter falta de energia durante actividades de alta intensidade como o treino de musculação. A dieta de Atkins, só funciona se for aplicada em indivíduos sedentários.
  • Perda de massa muscular. A dieta Atkins, não combina bem com o treino de musculação. Sem o treino de musculação, o seu ritmo metabólico diminui, perde-se massa muscular e tem-se dificuldades em manter-se na dieta.
  • Dieta Yo-Yo. Após uma grande perda de peso – que é na sua grande maioria apenas perda de água – nas duas primeiras semanas na dieta de Atkins, os progressos abrandam. Habitualmente os progressos estagnam, o que pode fazer com que desista e recupere tudo o que perdeu.

As 8 regras da nutrição vs. A dieta de Atkins.

A dieta das 8 regras de nutrição, é também uma dieta baixa em carboidratos/alta em proteína. Mas em vez da dieta de Atkins, este faz com que você cicle entre uma ingestão de carboidratos, baixa e alta, para que perca gordura enquanto os seus músculos obtêm carboidratos como fonte de energia.

Carbohidratos após treino. Limitar a ingestão de carboidratos (amiláceos de baixo ig) no pós-treino, aumenta a perda de gordura enquanto proporciona energia aos seus músculos para o treino de musculação.

Simples. Não precisa de contar macros com a dieta das 8 regras de nutrição e não existem 4 fases. Apenas ingeres alimentos não processados e limita a ingestão dos carboidratos.

A forma correcta de seguir uma dieta baixa em carboidratos é ciclando a ingestão de carboidratos. Necessita de carboidratos para o treino de musculação. E precisa do treino de musculação de forma a perder gordura e não músculo  Foque-se sempre na perda de gordura de forma a saber que peso está realmente a perder.

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.