Os perigos do synthol

Os perigos do syntholO uso do synthol é um dos temas mais controversos do mundo da musculação, mas existe muita gente que ainda não ainda não sabe do que se trata esta substância e quais os perigos que correm com a sua utilização.

O que é o synthol?

  • O synthol foi inventado na década de 1990 pelo guru da musculação Chris Clarke.
  • É um óleo de “inchaço localizado’, composto por ácidos gordos que se acumulam no tecido muscular onde se injeta o óleo.
  • Ao injetar o óleo, os músculos aumentam de tamanho, criando a ilusão de um músculo maior.

O synthol tornou-se uma substância famosa após culturistas como Greg Valentino terem desenvolvido físico muito fora do normal, com proporções exageradas, devido ao uso da substância.

Depois de Grag Valentino, que teve problemas médicos sérios devido ao uso do synthol, surgiram também outros indivíduos que usaram o synthol ou derivados de forma intensiva e que também se tornaram famosos, tal como Peter Hiesinger, que depois adoeceu.

O uso do synthol dá aos músculos uma forma fora do normal, criando protuberâncias bem visíveis.

Porque é que as pessoas usam o synthol?

Aumento rápido dos músculos: O synthol é usado para aumentar os tamanho dos grupos musculares em que é aplicado o óleo.

Correção de assimetrias: É muito comum que os praticantes de musculação tenham grupos musculares que aumentam de tamanho de forma mais rápida que outros. O synthol é usado para aumentar o tamanho dos grupos musculares mais atrasados, embora de forma artificial.

Aumento muscular sem esforço, treino nem dietas: O uso do synthol, ADE e outros óleos é cada vez mais popular entre aqueles que procuram obter um aumento de certos grupos musculares como os bíceps, sem a necessidade de praticar musculação e de seguir dietas.

greg valentino
Greg Valentino foi um dos mais famosos utilizadores de synthol.

Os perigos do synthol

Já vários médicos escreveram acerca dos perigos em que os praticantes de musculação se expõem ao injetarem óleo nos músculos, são eles…

  • Formação de cistos rodeados de material oleoso, rodeados por tecido granulomatoso.
  • Inflamação nos músculos injetados, que posteriormente conduz à atrofia muscular.
  • Dores de nível moderada a intensa, que poderá impedir a realização de treinos de musculação
  • Necrose dos músculos injetados que pode levar à necessidade de remoção dos tecidos mortos.
  • Formação de pus nos locais injetados.
  • Infeções nos músculos injetados, que posteriormente poderá conduzir a amputações, tanto parciais (partes do músculo afetado), como do membro/s completos.
  • Se o óleo atingir uma veia e entrar na circulação sanguínea, corre-se o sério risco de morte, podendo ocorrer embolias, ataques cardíacos, infartos, derrames cerebrais ou outros problemas graves

Acontece que a injeção de óleos nos músculos provoca inflamação que ao longo do tempo vai atrofiando e destruindo a massa muscular.

No brasil é mais comum a utilização do ADE, trata-se de um composto destinado exclusivamente para uso veterinário, mais precisamente para tratar deficiências de vitaminas. É basicamente um óleo que contém as vitaminas lipossolúveis A, D e E.

Para além dos efeitos negativos que já referi acima, o ADE pode ainda provocar hipervitaminose, uma condição médica caraterizada pela presença de níveis excessivos de vitaminas no organismo, uma vez que o ADE pode conter entre 2.500.000 a 25.000.000 Ul de vitamina A, 500.000 a 7.000.000 Ul de vitamina D e 1.650 a 7.000 Ul vitamina E.

Os perigos do synthol
Os cistos provocados pelo synthol são bem visíveis nesta imagem de ressonância magnética.

Conclusão

Não se deixe levar pela ilusão de ganhos rápidos e fáceis. O uso de synthol, ADE e outros óleos para aumento local da massa muscular é muito arriscado, traz consigo sérias consequências, entre as quais infeções graves, amputações e pode até ser fatal no caso de injetar o produto numa veia.

O máximo que irá conseguir com o uso de óleos, é uma aparência disforme, longe de ser estética ou agradável, que denuncia a sua utilização.

A melhor forma de conseguir um físico musculoso e definido continua a ser através de duas ferramentas mais que comprovadas, que são elas os treinos bem estruturados e uma dieta otimizada para si. O melhor mesmo é tentar melhorar os seus treinos e dieta para obter os resultados que procura.

No caso de pretender usar óleos para corrigir uma assimetria muscular, experimente antes alguns métodos naturais; treine os músculos que necessitam de mais desenvolvimento em primeiro lugar e siga também as indicações do nosso outro artigo Como corrigir um desequilíbrio muscular.

Siga-nos através das redes sociais.

Deixe uma resposta