Os fármacos anti-inflamatórios são catabólicos

Tenha cuidado com o uso de fármacos anti-inflamatórios como a prednisona ou anti-inflamatórios menos potentes de venda livre como a aspirina, porque eles podem provocar catabolismo muscular e interferir de forma negativa na resposta hormonal ao treino.

Um novo estudo publicado no Jornal Hormone and Metabolic Research mostra que o uso dessas drogas pode ser perigoso, principalmente quando se realizam treinos com pesos (1).

O estudo testou o efeito da administração de 50 mg/dia ou um placebo durante uma semana a atletas do sexo feminino com experiência de treino. Depois colocaram as atletas a realizar um teste de exercício aeróbico de intensidade moderada.

Os resultados mostram que os níveis de hormona de crescimento diminuíram em cerca de mais 60% durante o exercício com a administração da prednisolona do que com o placebo.

A hormona DHEA, que é uma hormona anabólica potente nas mulheres, e o percursor da hormona testosterona nos homens e mulheres, também esteve a níveis significativamente mais baixos na experiência da prednisolona do que no placebo.

Os níveis hormonais mais reduzidos provocados pela administração da prednisolona sugere que a capacidade do corpo regular a homeostase em resposta ao exercício ficou desequilibrada.

Normalmente o eixo hipotálamo-pituitária, que liberta hormonas para permitir que o corpo atinja os melhores níveis de performance, iria segregar quantidades elevadas de hormona de crescimento e de DHEA para promover a síntese de proteína e o uso de energia, mas isso não aconteceu devido à ingestão de prednisona.

fármacos anti-inflamatórios catabólicosEm vez disso, os investigadores descobriram que os níveis de aminoácidos, em especial os níveis de aminoácidos ramificados (BCAAs), foram significativamente mais elevados após a experiência com prednisona, o que significa que a massa muscular e outros tipos de tecidos foram degradados para fornecer energia ao corpo.

A longo prazo, a ingestão de um anti-inflamatório poderia conduzir à perda de massa muscular, e iria quase certamente diminuir a síntese de proteína que ocorre após os treinos com pesos.

É verdade que este estudo testou o efeito de um anti-inflamatório durante a prática de exercício cardiovascular e não de treino com pesos, mas isto indica-nos os possíveis efeitos deste tipo de drogas na resposta hormonal ao treino do tipo anaeróbico.

Até à data ainda não foram realizados estudos que tenham testado o efeito de fármacos do tipo prednisona na resposta hormonal em atletas de força e potência, mas existem provas de que, a longo prazo, os anti-inflamatórios e análgésicos de venda livra que são menos potentes que a prednisona podem interferir na reparação muscular ou dos tendões porque reduzem a atividade das células para se regenerarem (2).

A curto-prazo, esses fármacos podem reduzir o edema nos músculos e tecidos, mas a longo prazo também podem inibir o crescimento desses tecidos.

Agora já sabe melhor como esses medicamentos anti-inflamatórios podem alterar os níveis hormonais e provocar perda de proteína durante o exercício.

Use esses fármacos com cuidado e evite tomar ibuprofeno e outros tipos de analgésicos para tratar o aliviar dores ligeiras. Em vez disso, tome BCAAs e aminoácidos essenciais para evitar as dores pós-treino e promover a reparação dos tecidos.

Referência 1| Referência 2

Avatar

Siga-nos através das redes sociais.