Os BCAAs funcionam mesmo quando deixa de treinar

Os atletas de musculação que, por qualquer motivo estejam impedidos de treinar durante algumas semanas, podem reduzir a sua perda de massa muscular usando BCAA´s.

Um estudo realizado em animais que investigadores japoneses da Universidade de Kobe publicaram recentemente um estudo em “Nutrition Reserch” que sugere que os BCAA´s inibem os processos catabólicos nos músculos inativos.

Os músculos inativos atrofiam-se tão rapidamente que as viagens espaciais afetam imenso os cosmonautas, e o descanso forçado na cama pode provocar problemas extra aos pacientes que se encontram em recuperação.

Por esta razão, os cientistas estão à procura de estratégias nutricionais que os médicos possam usar para prevenir a perda de massa muscular resultante da inatividade. No passado já tiveram algum sucesso com a creatina, leucina e resveratrol.

No estudo em questão, os investigadores imobilizaram de forma temporária as patas traseiras de um grupo de ratos [HS]. Os ratos de controlo puderam utilizar as pernas traseiras de forma normal [controlo].

Metade dos animais de cada grupo receberam 600 mg de BCAA´s por kg de peso corporal por dia . A dose equivalente para seres humanos seria de 100 mg de BCAA´s por quilo de peso corporal. Por isso, se pesar 90 kg, isso seria o equivalente a 9 gramas por dia.

A figura abaixo mostra que, embora os BCAA´s não tenham conseguido impedir que a inatividade conduzisse à atrofia dos músculos sóleo, a sua administração mitigou a atrofia. As fotos abaixo mostram que a suplementação com BCAA´s reduziu a diminuição do tamanho das células musculares.

Os BCAAs funcionam mesmo quando deixa de treinar-2

Os BCAAs funcionam mesmo quando deixa de treinar-1

A figura abaixo revela como a suplementação com BCAA´s funciona a nível molecular. Os aminoácidos reduziram a produção de proteína catabólicas como a atrogin-1 e MuRF1.

Os BCAAs funcionam mesmo quando deixa de treinar

Os investigadores escreveram:

Em conclusão, os BCAA´s protegeram contra a atrofia do músculo sóleo induzida pela imobilização das pernas e os níveis de proteína atrogin-1 e MuRF1, sugerindo a possibilidade de que os BCAA´s protegem contra a atrofia muscular.

A administração oral com BCAA´s aparenta ter o potencial para proteger contra a atrofia muscular induzida pela imobilização ou micro-gravidade.

Referência!

Avatar

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Comentários fechados.