O sucessor do HMB chama-se HICA

Já existem suplementos no mercado que contêm HICA, mas contêm uma quantidade demasiado baixa para serem eficientes.

Agora, muitos aguardam o produto da “Oy Elmomed”, a companhia com quem os inventores do HICA fizeram um acordo; ou alguma empresa que não leve as leis sobre patentes a sério e decida lançar ao mercado este metabólito da leucina. De acordo com um estudo publicado no Jornal da Sociedade Internacional da Nutrição do Desporto, esta substância é anabólica.

O composto de que estamos a falar chama-se “ácido L-leucic” também designado por alpha-hydroxy-isocaproic acid (HICA). O seu nome completo é “DL-alpha-hydroxy-isocaproic acid” e é encontrado em músculos e tendões quando as células oxidam o aminoácido Leucina.

As células musculares estão sempre á procura da leucina. Se encontraram um grande número de moléculas de leucina, concluem que existe uma grande quantidade de aminoácidos presente e começam a produzir mais proteínas musculares. Um metabólito da Leucina como o HICA, informa as células musculares de que estão a oxidar aminoácidos e que precisam de dar inicio ao processo anti-catabólico.

Existe outro metabólito da Leucina com o qual estará já familiarizado, que é o HMB, o HMB inibe todo o metabolismo proteico das células musculares, mas, surpreendentemente, é vendido como sendo um suplemento anti-catabólico.

Os investigadores deram com o HICA quando encontraram uma patente preenchida por certos investigadores na Universidade Americana “Johns Hopkins” em 1973. De acordo com a patente, os aminoácidos oxidados inibem a desintegração de proteínas no organismo.

Os investigadores, cientistas desportivos finlandeses, compraram o metabólito a um fornecedor e administraram-no a jogadores de futebol, wrestlers e jogadores de basquetebol. Mal obtiveram resultados, deram início a um pedido de patente para o uso do aminoácido em suplementos desportivos.

A partir da pesquisa da patente, compilamos a tabela abaixo. Mostra o efeito de 6 semanas de HCIA num jogador de basquetebol que tomou meio grama de HICA três vezes por dia.

Tabela 1

A partir do estudo da patente também se pôde ver que os Wrestlers que tomaram HICA tiveram menos problemas com dores musculares. Não é possível entender ao certo que efeito teve o HIC na massa muscular a partir do estudo da patente.

Uma vez que deram inicio à patente em nome deles, os investigadores chegaram a acordo com uma empresa de suplementos, que irá produzir o suplementos HCIA. O nome da empresa é OY Elmomed. E, uma vez que fizeram isso, começaram a publicar a sua pesquisa no jornal da Sociedade Internacional de Nutrição Desportiva.

Neste jornal, publicaram os resultados de uma experiência com 15 jogadores de futebol que ingeriram 1.5 gramas de HICA por dia, durante um mês – ou um placebo. Os jogadores de futebol treinaram duas vezes por semana com pesos e jogavam futebol quase todos os dias. A figura abaixo mostra que a massa corporal magra aumentou ligeiramente nos indivíduos que tomaram o suplemento.

Tabela 2

A figura abaixo mostra a degradação. O peso corporal e massa corporal magra aumentaram, enquanto a massa adiposa permaneceu constante.

Tabela 3

O suplemento não tornou os voluntários mais fortes ou rápidos. Mas talvez uma dose mais elevadas tenha esse efeito.

Referência!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Deixe um comentário