O óleo de peixe estimula o anabolismo muscular em idosos

Administre a pessoas idosas 4 gramas de uma preparação farmacêutica de óleo de peixe todos os dias durante 8 semanas e o seu tecido muscular desenvolveu-se 2.4 vezes mais rapidamente se o seu sangue contiver níveis elevados de glucose e aminoácidos. Investigadores da Universidade de Washington escreveram acerca disso num estudo que irá aparecer em breve no “American Journal of Clinical Nutrition.”

Os investigadores administraram “Lovaza”, um produto da GlaxoSmithKline a 8 indivíduos saudáveis com 65 anos. Lovaza, contém os ácidos gordos do peixe EPA e DHA, mas não na forma presente nos peixes gordos ou suplementos convencionais de óleo de peixe, mas sob a forma de um ethyl-ester.

Os voluntários idosos receberam uma dosagem diária de Lovaza que foi o equivalente a 1.86g de EPA e 1.5g de DHA.

Um grupo similar de idosos com mais de 65 anos, recebeu um placebo contendo óleo de milho.

Antes e após a suplementação, os investigadores registaram a síntese de proteína das fibras musculares dos voluntários [o rácio de síntese de proteína muscular fraccional, FSR]. Numa ocasião medira a FSR em células musculares que tinham sido extraídas enquanto os voluntários estavam de estômago vazio [basal]; noutra ocasião os investigadores fizeram o mesmo, mas quando o sangue dos voluntários estava com níveis elevados de glucose e aminoácidos [clamp].

Tabela 1
Tabela 2
Tabela 3

Os ácidos gordos do peixe não tiveram efeitos anti-inflamatórios. Isto aconteceu porque os voluntários idosos tinham uma saúde excelente, e os investigadores não conseguiram encontrar indícios de processos inflamatórios relevantes.

A suplementação com ácidos gordos de peixe, potenciou a actividade das moléculas sinalizadoras anabólicas mTOR e p70s6k nas células musculares. Por isso os ácidos gordos do peixe fizeram a maquinaria anabólica das pessoas idosas trabalhar de forma mais intensa.

Os investigadores concluíram:

A suplementação dietética com ácidos gordos ómega-3 poderia proporcionar uma intervenção simples, segura e de baixo custo para combater a sarcopénia.

Referência!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Deixe um comentário

Siga-nos por Email
RSS
Instagram