O melhor batido pós-treino? Cocktail de whey e caseína

Proteínas ingeridas bem antes da sessão de treino e imediatamente após – para atletas de força e de musculação essa é a nutrição ótima.

E agora encontramos a forma de manipular este princípio básico, num estudo realizado por cientistas de desporto da Universidade de Baylor em 2006.

De acordo com a sua pesquisa, o melhor batido pós-treino contém uma combinação de proteína rápida e lenta.

Os investigadores recrutaram 36 homens com idades entre os 23 e 29 e colocaram-nos a fazer musculação durante 10 semanas. Os voluntários já praticavam musculação ao pelo menos um ano, e todos receberam o mesmo esquema de treino.

Treinaram 4 vezes por semana, e trabalharam todos os grandes grupos musculares do corpo em 2 sessões. Os homens começaram com séries de 10 repetições e terminaram com séries de 6 repetições.

Nos dias em que não treinavam, os voluntários beberam o batido de manhã, em todos os outros dias, beberam o batido imediatamente após finalizarem a sessão de treino e nunca mais de 2 horas depois.

O grupo placebo ingeriu um batido que continha apenas carboidratos. [P] O primeiro grupo experimental ingeriu um batido que continha 40 gramas de whey, 3 g BCAAs e 5 g de glutamina. [WBG]

O segundo grupo experimental ingeriu um batido que continha 40 g de proteína whey e 8 g de caseína. [WC] Os três tipos diferentes de batidos, continham todos a mesma quantidade de energia.

Após 10 semanas, o grupo WC tinha progredido mais a todos os níveis, do que os restantes grupos.

T1 = após 5 semanas; T2 = após 10 semanas

Tabela 1
Tabela 2
Tabela 3

Os investigadores concluíram:

Suplementar a dieta com um suplemento de proteína que contenha 40 gramas de whey e 8 gramas de caseína por dia enquanto se realiza treino de musculação, potencia as adaptações ao treino.

Referência!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Deixe um comentário

Siga-nos por Email
RSS
Instagram