Milk Thistle – bom para o fígado, mau para os receptores de andrógenos

Durante anos, os consumidores de “ergogénicos” têm vindo a tomar Milk Thistle (Silybum marianum, que contém o flavonóide polifenólico silimarina e o componente activo silibinin) para proteger o fígado dos “ergogénicos” orais potencialmente hepatotóxicos. Na série de livros “Anabolics”, William Llewellyn fala sobre a utilização desta substância como protector do fígado. Bem, ele está errado… sim, ela irá proteger o seu fígado, mas também irá reduzir a eficácia dos “ergogénicos”, reduzindo a transactivação do receptor de andrógeno e também pela inibição do caminho de sinalização do IGF-I.

Menos actividade dos receptores androgénicos + menos IGF-1 = menos músculo e força.

A MuscleTech usa o milk thistle em alguns dos seus produtos, assim como a Universal (está presente no seu Animal Pack e alguns outros), assim como a Muscle Pharm e MHP (que estupidamente o incluiu num produto concebido para aumentar a testosterona).

Anabolic Inovações inclui Milk Thistle num produto chamado “Cycle Support” – por isso, esta substância a ser promovida de forma clara para os utilizadores de anabolizantes. Até o próprio Llewellyn o incluiu no seu produto “Liver Stabil”…. Mas os seus consumidores irão verificar muito rapidamente que isso os está a fazer com que ganhem menos força e massa muscular.

Em todo caso, nunca fui fã deste tipo de coisas, isto é, tomar uma substância para evitar os efeitos secundários de outra… roubar ao Pedro para pagar ao Paulo, ou ao João ou seja o que for …. A minha forma de pensar, se a sua dose for muito alta, é demasiado alta, e adicionar um outro produto químico à mistura (seja ervas ou não), não é a solução.

Claro, você pode tomar uma tonelada de esteróides juntamente com protectores hepáticos e anti-estrogénios e todo o tipo de outras coisas… mas porque simplesmente não diminuir a dosagem para evitar tomar a restante porcaria?

Efeitos da SM e SB AR nos níveis de toda a célula (a), a actividade de transcrição do promotor de AR (b) e da actividade ligante da AR (c). O painel superior em (a) mostra uma análise representativa dos níveis de AR total das proteínas nas células LNCaP e a coloração Ponceau S, que representa o carregamento da proteína. O painel inferior em (a) é uma análise densitométrica dos níveis de proteína total AR de três experiências independentes.

Sabemos que o estrogénio é necessário para um crescimento óptimo, então porquê tomar mega-doses de esteróides, para em seguida, adicionar um anti-estrogénio? Os ganhos serão efectivamente reduzidos de uma forma semelhante a simplesmente tomar uma dose mais baixa – o que, obviamente, custa menos (a poupança de diminuir a dose + não comprar o anti-estrogénico). Usando uma dose menor (que não provoque o efeito colateral), parece fazer mais sentido (ou utilizando androgénios não-aromatizantes).

Então, porquê ingerir uma tonelada de esteróides (potencialmente tóxicos) por via oral juntamente com um protector de fígado? E se eu pudesse acontecer o caso de que a ingestão de um protector do fígado (* neste caso, Milk Thistle) realmente pudesse tornar o ciclo menos eficaz?

Recentemente, tenho vindo a fazer algumas pesquisas sobre o Milk Thistle, porque é o protector do fígado mais comummente usado ​​por consumidores de esteróides. É vendido na GNC, Vitamin Shoppe, etc … e não só funciona para proteger o fígado, como também é muito barato.

Durante anos, os formuladores de suplemento medíocres incluíram este material em qualquer fórmula que pudesse ser tóxica para fígado, e depois esqueceram-se dela. É um pouco estúpido (literalmente). As pessoas simplesmente incluíram a substância nos seus suplementos sem nunca terem realizado nenhum tipo de pesquisa.

O problema com Milk Thistle é que ele inibe determinadas funções dentro de receptores de andrógenos, o que torna os esteróides (andrógenos) que você está a tomar, menos eficazes – é por isso que tem sido estudado como um possível agente quimiopreventivo para cancros dependentes de androgénios.

O componente activo doMilk Thistle reduz eficazmente os níveis de receptores nucleares de androgénios (clique aqui para ver o estudo completo), e diminui a actividade de vários genes androgénicos – principalmente pela inibição da actividade de transactivação da AR, e também pode inibir a localização nuclear do receptor de andrógeno.

É certo que este estudo apenas analisa certos receptores específicos de andrógenios das células, em determinadas situações, mas tendo em conta os dados disponíveis, não tenho motivos para pensar que esses efeitos não ocorrem em outros locais das células.

Eu também verifiquei diversos estudos relacionados com o milk thistle, e penso que este produto simplesmente não é a melhor escolha para a protecção do fígado. Eu não estou a dizer “nunca proteja o seu fígado com um suplemento” – Eu estou a sugerir que outra substância diferente do MilkThistle, ok? E diminua a dose, ou não use orais se você acha que vai danificar o fígado.

Com as informações disponíveis sobre Milk Thistle, porquê continuar a usar esta substância?

Certamente que conhecemos outras coisas que protegem o fígado e, se temos dados fiáveis que sugere fortemente que o milk thiste está longe de ser o ideal a usar, então não deve usá-lo. Novamente, não estou a afirmar que “nunca devemos usar nada para proteger o fígado” – Só estou a argumentar contra este produto, uma vez que o considero menos do que ideal para utilizadores de anabolizantes.

Na verdade, existem informações adicionais disponíveis que sugerem fortemente que o Milk Thistle terá também um efeito inibitório sobre o factor 1 de crescimento semelhante à insulina, via sinalização mediada pelos receptores. Em suma, parece haver uma expectativa razoável de que este material é anti-anabólico. Diminuir o IGF-1 é importante para o tratamento do cancro, o que torna Milk Thistle um composto promissor nesse campo.

Ninguém está sempre certo, e eu provavelmente também já pensei que esta substância era uma boa ideia no passado, e até cheguei a recomendá-la que (tal como Llewellyn e um monte de outras pessoas), mas a verdade é que o Milk Thistle parece ser uma ideia extremamente má para usar num ciclo – pelo menos se quiser que o seu ciclo seja o mais eficaz possível.

Eu sei que estes estudos não são perfeitos (isto é, eles não analisam indivíduos saudáveis, que treinam musculação e usam “ergogénicos”, etc …), mas ainda estou razoavelmente confiante de que o Milk Thistle irá inibir os seus ganhos derivado um ciclo, e esse é o ponto-chave.

Eu não sei quanto. Talvez um pouco. Talvez muito. De qualquer maneira, há opções melhores por aí, e não, eu não vendo nenhum produto de protecção para o fígado, e não, eu não tenho nenhum interesse em arruinar a reputação do Milk Thistle … nem estou a dizer para não proteger o seu fígado (porque se o seu fígado for destruído, você irá morrer). Eu só estou a dizer que isso não deve ser sua primeira escolha (ou qualquer escolha, na verdade).

Agora pergunto-me, quando é que estas empresas irão reformular os seus produtos?

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Comentários fechados.