Legado doloroso do desporto na adolescência

As atividades desportivas vigorosas durante a infância e adolescência podem causar um desenvolvimento anormal do fémur nos jovens atletas, resultando numa anca deformada com rotação reduzida e dor durante o movimento mais tarde na vida.

Isto pode explicar porque motivo os atletas têm até dez vezes mais probabilidades de desenvolver osteoartrite do que os mais sedentários, de acordo com a pesquisa publicada on-line em “Clinical Orthopaedics and Related Research”.

O dr. Klaus Siebenrock e sua equipa da Universidade de Berna, na Suíça descobriu que, naqueles estudados, a osteoartrite da anca era mais prevalente nos atletas de alto nível do que naqueles que não participavam em desportos de forma habitual.

Ela também está ligada a actividades de maior intensidade e maior carga física na anca. Ele observou que outras investigações descobriram que os atletas do sexo masculino, particularmente aqueles que jogam futebol e andebol e participam em actividades competitivas de pista e campo que implicam correr e saltar, estão expostos a um maior risco de vir a sofrer de osteoartrite precoce da anca.

É necessário a adopção de programas de treino sensíveis, de forma a se poder evitar o desenvolvimento de problemas articulares em crianças.

Eles analisaram a condição física e a amplitude de movimento de 72 ancas de um grupo de 37 jogadores de basquetebol masculino profissional e 76 ancas de 38 participantes de um grupo de controlo que não tinha participado em desportos de alto nível.

Eles encontraram evidências de deformação da cabeça do fémur, levando a um contacto anormal entre o fémur e a articulação da anca, em homens e adolescentes que jogavam num clube de basquetebol de elite desde que tinham oito anos de idade.

Como resultado, a rotação interna da anca era mais reduzida, os movimentos da anca eram mais propensos a ser dolorosos e essas diferenças tornaram-se ainda mais pronunciadas após o fecho da placa de crescimento femoral durante o final da adolescência.

O presente artigo serve para alertar para o facto do desporto, quando realizado de forma demasiado intensa e repetitiva durante a adolescência, poder acarretar sérias consequências em termos de saúde articular na idade adulta.

Fonte!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Deixe um comentário

Siga-nos por Email
RSS
Instagram