A L-citrulina ajuda a manter massa muscular durante as dietas

Se ingerir uma dose elevada do aminoácido L-citrulina imediatamente antes de ir dormir de noite, poderá conseguir manter uma maior quantidade de massa muscular quando segue dietas de restrição calórica e tenciona perder gordura.

Pelo menos é o que poderia acontecer se você reagisse à L-citrulina da mesma forma que os ratos reagiram quando investigadores da Universidade Paris Descartes os usaram nas suas experiências. Os investigadores franceses publicaram as suas descobertas em “Amino Acids” (1).

Milhões de pessoas passam mais a tempo a fazer dieta do que a comer de forma normal. Esse hábito não é necessariamente uma coisa má, se considerarmos que uma grande percentagem da população muitas tem excesso de peso.

Mas existe uma grande desvantagem em estar sempre a fazer dietas hipocalóricas: Se não fizer musculação ao mesmo tempo ou se não se assegurar de que ingere as quantidades adequadas de proteína, é provável que perca uma boa quantidade de massa muscular.

L-citrulinaE isso não só reduz as probabilidades de sucesso das tentativas de perda de peso – a massa muscular queima uma boa quantidade de calorias – como a longo prazo também pode aumentar o risco de vir a sofrer de sarcopenia quando as pessoas atingem uma idade mais avançada.

Os investigadores suspeitavam que a suplementação com L-citrulina ou L-leucina pode ajudar a aliviar esta situação.

De acordo com testes realizados em animais, ambos os aminoácidos podem ajudar a fazer com que os mecanismos anabólicos nas células musculares trabalhem com mais intensidade (2).

Os investigadores colocaram ratos fêmea numa dieta de duas semanas, durante as quais receberam apenas 70% da quantidade de comida que ingeriam em condições normais.

A tabela abaixo mostra que isso reduziu a quantidade de massa gorda por uma quantidade estatisticamente significativa, em comparação com os ratos que comeram à vontade.

l-citrulinaNo entanto, quando os ratos receberam uma dose oral de 1 grama de L-citrulina por kg de peso corporal antes de irem dormir, eles mantiveram uma quantidade maior de massa muscular.

A administração de uma quantidade similar de L-leucina, que foi misturada na ração dos ratos – teve um efeito mais reduzido na massa muscular.

A figura abaixo revela o que os investigadores descobriram quando mediram a quantidade de proteínas contrácteis nas células musculares dos ratos.l-citrulina e l-leucina

A ingestão reduzida de calorias significa que foi construído menos tecido muscular. A suplementação com leucina não foi capaz de impedir isso, mas a suplementação com L-citrulina sim.

Os investigadores também analisaram os efeitos da combinação de L-leucina com a L-citrulina. Os investigadores descobriram que a adição de L-leucina contrariou os efeitos positivos da L-citrulina. No entanto, eles não compreendem porque moti é que isso acontece.

Os investigadores suspeitam que a leucina estimula o crescimento muscular se o corpo também receber quantidades mais elevadas de aminoácidos e de outros nutrientes. No entanto, a L-citrulina tem um efeito anti-catabólico maior durante os períodos de restrição calórica ou em períodos de jejum.

Referência!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Comentários fechados.