Homens fortes vivem mais tempo

Quanto mais peso os homens conseguirem levantar no supino e na prensa de pernas, maior esperança de vida deles.

Uma equipe de cientistas de saúde suecos e de norte-americano descobriram que a força muscular protege, principalmente contra
o cancro.

De acordo com mais ou menos uma dúzia de estudos, a força muscular reduz as probabilidades de morte. Quanto mais fortes forem as pessoas, maior será a sua expectativa de vida. O problema com os estudos é que a maioria dos cientistas testaram a força muscular dos seus voluntários fazendo com que eles apertassem um “hand grip”. Para além disso, quase nenhum dos estudos incluiu pessoas com mais de sessenta anos.

Os investigadores tentaram preencher a lacuna de conhecimentos, referindo-se a um estudo de nove mil homens americanos em forma cuja força muscular foi medida pela clínica Cooper em Dallas, Texas, na década de oitenta.

A Clínica Cooper mediu quantos quilogramas os homens poderiam levantar no supino e na prensa de pernas, e usaram os dados para dividir os homens em três níveis de força, pouca força corporal (baixa), a força corporal normal (média) ou nível de força alto (elevada).

Os investigadores monitorizaram os homens até 2003, e observaram quantos deles morreram no mesmo período. A maioria dos homens realizou um treino de musculação normal.

Entre os homens fortes, as probabilidades de morrer, em particular de cancro, foram menores.

Se verificar as probabilidades relativas. Os Homens com uma força física elevada, têm 33 por cento menos probabilidade de morrer de cancro do que homens com pouca força física.

Quando os investigadores dividiram os dados, eles verificaram que a força física é um factor de protecção entre o grupo de homens com mais de sessenta, mas não entre os homens com menos de sessenta anos.

Quando os cientistas dividiram o grupo em função do IMC, observaram que homens obesos também são protegidos pela força física. Os investigadores escreveram: “Estes resultados têm implicações importantes para a saúde pública. Pode ser possível reduzir todas as causas de mortalidade entre os homens através da promoção da prática regular de treinos de musculação, duas ou três vezes por semana, envolvendo os principais grupos musculares dos membros superiores e inferiores do corpo.”

Mas os investigadores pensam que não se deve fazer só treinos de musculação, também se deve realizar algum exercício cardiovascular.

Fonte!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Deixe um comentário

Siga-nos por Email
RSS
Instagram