Flexões de tronco com patins

Desta vez iremos dar a conhecer um exercício “diferente” para trabalhar o peitoral. Trata-se de uma variação do exercício flexões de tronco que muito provavelmente nunca terá visto ninguém a realizar, pois é bastante desconhecida.

Flexões de tronco com patins

A primeira vez que vi este exercício a ser realizado, foi numa reportagem em que participou o campeão de culturismo e também autor deste site, Carlos Rebolo. Para realizar estas flexões de tronco, irá necessitar de 2 patins de 4 rodas, tais como os que são usados nas competições de hóquei em patins.

Segundo Carlos Rebolo, que criou este exercício:

O movimento flexões de tronco com patins é um exercício de funcionalidade, um misto de supino com halteres e aberturas.

Aquele maximiza os ângulos biomecânica da articulação do ombro e da extensão e flexão do grande peitoral e pequeno peitoral, que tem as suas inserções no esterno e no acrómio clavicular, e tem como  função a adução e abdução dos braços.

Concebi este exercício inicialmente para maximizar as funções do peitoral dos atletas de muay tay que estive a preparar para o campeonato nacional, mas depressa descobri que é um excelente exercício para força e hipertrofia.

Para conseguir os patins necessários para realizar este exercício, se estiver em Portugal, basta visitar o seu clube de patinagem mais próximo e pedir uns patins em segunda mão, depois é só desmontar a parte superior, cortar as arestas vivas e enrolar borracha à volta do chassis.

Instruções para realizar o exercício:

  • Coloque as mãos em cima dos patins e posicione-se como se fosse realizar flexões de tronco.
  • Desça o corpo até que o seu peitoral se encontre bastante próximo do chão.
  • À medida que for descendo, deverá ir afastando as mãos.
  • Suba o corpo novamente para cima.
  • À medida que for subindo, deverá ir aproximando as mãos até que os patins se toquem.
  • Mantenha o corpo sempre alinhado ao longo do exercício.

Veja mais abaixo a imagens do exercício:flexões com patins flexões com patins

Note: Concentre-se em descer o tronco de forma controlada e afastar os patins à medida que for descendo, de forma a obter um bom estiramento do peitoral, ao subir junte os patins e quando estes estiverem juntos realize uma boa contração de pico.

Veja também o vídeo do exercício:

Se desejar aumentar o grau de dificuldade deste exercício, pode colocar os pés numa plataforma, ou então pedir a um companheiro de treino para lhe colocar peso adicional nas costas, tal como pode ver nas imagens e no vídeo acima.

Vantagens

As vantagens deste exercício em comparação com as flexões de tronco comuns são bastante óbvias.

Realizando as flexões de tronco com os patins, consegue-se realizar um arco de movimento mais natural, com um movimento mais fluído e consegue-se obter uma melhor contração final dos músculos do peitoral, semelhante à que conseguimos obter durante o supino com halteres.

Conclusão

Tem aqui um exercício muito interessante para incluir nos treinos de peito, seja porque os exercícios que utiliza não lhe estão a proporcionar os efeitos pretendidos e procura um movimento alternativo, ou simplesmente para variar os seus treinos de forma a evitar o aborrecimento e a estagnação.

Se já está farto de realizar exercícios de supino, experimente já as flexões de tronco com patins no seu próximo treino de peitoral.

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Deixe um comentário

Siga-nos por Email
RSS
Instagram