Exercício JM Press para os tríceps

Está a ter dificuldades em desenvolver os tríceps, os exercícios que tem vindo a realizar não estão a proporcionar os efeitos pretendidos? Está aborrecido com o seu treino de tríceps atual?

Se respondeu sim a qualquer uma das questões acima, talvez esteja na altura de experimentar um exercício de tríceps diferente.

Uma vez que estamos constantemente a tentar proporcionar alternativas aos nossos leitores, desta vez apresentamos o JM Press. Existem várias variações do JM Press, mas iremos falar da que nos parece mais eficiente para trabalhar os tríceps.

Este exercício é um híbrido do supino plano com agarre próximo (close grip bench press) com as extensões de tríceps deitado com barra (lying tríceps extensions).

Técnica

  • Coloque-se na mesma posição com que faria o supino com agarre próximo
  • Desça a barra de forma controlada em direção à clavícula
  • Neste exercício não é obrigatório tocar com a barra no peito / clavícula, pode ficar afastada a alguns centímetros de distância.
  • Volte a subir a barra e a coloca-la na posição inicial.

Veja as imagens abaixo para ter uma ideia mais clara da execução do exercício:

Exercício JM Press para os tríceps

Se ainda assim tiver dúvidas, veja também o vídeo abaixo:

Outras considerações

Nota: Existem várias variações deste exercício. O melhor será experimentar várias amplitudes de movimento diferentes e ajustar o movimento de forma a torna-lo o mais eficiente possível para si.

Este exercício é mais difícil de realizar do que o supino com agarre próximo, e é recomendável que, que pelo menos no início, o realize com um uma quantidade de peso mais reduzida, até que ganhe mais força.

Para além disso, como já deve ter constatado, este é um exercício que deve ser realizado de forma lenta e controlada. Conte até 4 segundos ao descer o peso e cerca de 2 ao subir.

E aqui tem. Mais um exercício que pode experimentar já no seu próximo de treino de tríceps para maximizar a sua força e massa muscular.

Avatar

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.