Entrevista a Zé Maria

Tendo em conta que há pessoas aqui que podem não o conhecer bem, pode-nos falar um pouco de si?

O meu nome é José Maria, treino há cerca de 20 anos, faço competição desde 1992. O Campeonato Nacional de iniciados foi a minha primeira competição, tinha treinado pouco mais de ano e meio.

Agora estou parado por razões profissionais desde 2005.

A que se dedica em termos profissionais?

Sou proprietário de um ginásio em Setúbal, onde sou instrutor.

Quando começou a fazer musculação pela primeira vez e o que o motivou a isso?

Eu sempre fiz desporto, na altura praticava full-contact, tive uma lesão e comecei a fazer musculação para recuperar e para ganhar um pouco de peso, uma vez que era muito magro, pesava na altura 56.5kg.

Qual o seu ídolo/s ou pessoa/s com que mais se identifica neste desporto?

Lee Priest

 Zé MariaTem o apoio dos seus familiares e amigos?

Sim claro, especialmente da minha mulher que é quem me ajuda na parte da dieta, e não só, da parte dos amigos tenho sempre o bom apoio.

Como reagiram no inicio quando se envolveu na musculação?

A minha mãe não gosta deste desporto como tal nunca concordou em eu fazer isto, mas depois acabou por aceitar e me ajudar quando fazia falta.

E depois quando se envolveu mais a sério e começou a competir?

A partir dai tudo muda um pouco, começa-se a ganhar e o incentivo é maior, até eles começam a ficar nervosos perto das provas.

Tenho entendido que compete a nível tanto nacional como internacional e leva as competições muito a sério, é certo?

Como em tudo na vida, tudo que faço é para ganhar, e neste desporto ainda mais, e para isso temos de fazer as coisas o melhor possível, para que quando chegar o dia da prova estarmos com a consciência de que fizemos tudo o que estava ao nosso alcance.

Para os que não acompanharam a sua carreira competitiva, em quantas competições já participou e que classificação obteve?

  • 1992- Campeão nacional de iniciados cat. até 70 kg
  • 1992- Vice-Campeão nacional de iniciados absoluto
  • 1993- Campeão nacional cat. até 65 kg
  • 1998- Campeão regional cat. até 70 kg
  • 1998- Campeão nacional cat. até 70 kg
  • 2000- Campeão nacional cat. até 75 kg
  • 2000 – 2º lugar Open Noite dos Campeões
  • 2000- 2º lugar Open Romulo Gym
  • 2000- 2º lugar Open M.L.O
  • 2000- 4º lugar campeonato do mundo da W.A.B.B A
  • 2002- Campeão nacional cat até 75 kg
  • 2002- 2º luagr Open M.L.O
  • 2003- Campeão nacional cat até 75 kg
  • 2003- Campeão Open Expoviva em forma
  • 2003- Campeão Open Celeiro do Algarvio
  • 2005- Campeão nacional cat até 75 kg
  • 2005- Campeão Open Gold nutrition
  • 2005- Campeão Open ultimate stack


 Zé MariaEm relação ao seu físico actual, Sente-se completo? Ou pensa que falta ou possa faltar melhorar algum aspecto para poder obter ainda melhores resultados/simetria?

Gostava de ter um pouco mais tamanho ou de peso em competição, e uns gémeos maiores.

Como culturista, alguma vez se sentiu injustiçado em termos de classificação?

Sim, no ano 2002 quando perdi o open da m.l.o para o Pedro Andrade, mas o que era de esperar uma vez que ele era patrocinado pela m.l.o e eu pela multipower.

Se pudesse mudar alguns aspectos do culturismo nacional, quais seriam?

Prefiro não falar sobre esse assunto.

Que objectivos tem para o futuro, tanto no plano competitivo como no plano pessoal e profissional?

No plano profissional falta-me acabar este que comecei, no desportivo se tudo correr bem voltarei em 2011.

Quais as características que, na sua opinião, deve ter um bom competidor?

Uma grande força de vontade, dedicação, poder de sofrimento, em termos de corpo uma boa simetria, uma boa qualidade muscular, ser o mais equilibrado possível.

Quando se prepara para competir, que tipo de dieta utiliza?

O normal, cozidos e grelhados, mais perto das provas baixo os hidratos aumento a proteína, nada de gorduras, doces, bebidas com gás, aquilo que todos já sabem.

E fora das competições, em “off-season”?

Eu não como limpo fora de competição, como tal como de tudo um pouco, tento é comer muitos hidratos completos e proteína.

Quais os alimentos “proibidos” de que mais gosta?

Fora de época não tenho “proibidos”, como de tudo.

E quais são os que menos gosta?

As claras dos ovos, a aveia.

Que estratégia utiliza em termos de suplementação?

Nada de especial só tomo proteína, e BCAA’s.

 Zé MariaPode-nos dizer qual o tipo de regime de treino que prefere usar ou que segue actualmente?

O normal, principios weider.

Qual o grupo muscular que mais gosta de treinar, e qual o exercício que mais gosta de executar?

Gosto de todos, nada em particular, o pior é as pernas porque já não consigo fazer o que fazia antes de ser operado aos joelhos.

Modifica o seu esquema de treino antes de uma competição?

Sim em algumas coisas, mais reps, mais séries.

Como prefere realizar os seus treinos, com pesos livres ou máquinas?

Utilizo em todos os treinos as duas coisas

Qual é para si o aspecto mais duro e difícil de ultrapassar na preparação para as competições?

A dieta ter de ser muito rígida, a falta de hidratos…

Tem outros passatempos para além da musculação? Quais?

Sou caçador, adoro caçar, e tiro aos pratos

Como vê o desporto do culturismo de hoje em dia, mudou algo desde os dias em que começou a treinar musculação?

Sim mas para pior, já não se vê culturistas pesados como antigamente, acho que as pessoas vão muito por aquilo que vêem na “net”, comem limpo demais para quem quer aumentar de tamanho e de peso.

Na sua opinião, existe algum segredo ou dica importante que queira transmitir a quem procura obter sucesso no culturismo, ou desenvolver um físico de culturista?

Não lhe posso chamar segredo, mas sim uma grande dedicação, saber sofrer nos treinos, disciplina é fundamental.

Penso que podemos ficar por aqui, deseja dizer algo mais ou agradecer a alguém em especial?

Só posso agradecer a minha mulher por aquilo que me tem ajudado, e aturado naqueles momentos mais difíceis.

Avatar

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Comentários fechados.