Deve-se treinar quando se está com gripe ou constipado?

Nariz entupido, tosse seca e dores em todo o corpo – chegou a época da gripe e da constipação. Apesar do seu corpo estar dorido e do seu nariz estar a escorrer como uma torneira aberta, pode ser difícil decidir se você deve continuar o seu programa de treino ou se deve tirar uma pausa temporária.

Keith Veselik, diretor dos cuidados primários da Universidade Loyola afirmou:

Ter que desacelerar quando se está doente, é a forma da mãe natureza afirmar que não se deve exagerar, e é razoável prestar atenção a isso.

De acordo com Veselik, se uma pessoa deve fazer exercício ou não, pode depender do tipo de doença. Quando o corpo está doente, já está a travar uma batalha contra a doença e isso requer energia.

Por exemplo, adicionar stress extra do exercício enquanto se está doente, pode ser perigoso para uma pessoa com um problema no coração.

Uma pessoa com diabetes poderá ter que monitorizar os seus níveis de glucose no sangue com maior frequência, especialmente se estiver a comer e a beber como normalmente, já que estar doente pode aumentar os níveis de glucose e o exercício pode reduzir.

Se tem uma condição médica e não tem a certeza se deve realizar exercício, Veselik sugere que consulte o seu médico.

Ainda assim, Veselik afirma que em regra geral não há problema em fazer exercício se os seus sintomas forem acima do pescoço, tal como garganta rouca ou nariz constipado.

Veselik afirmou:

Se você não se está a sentir bem, mas ainda assim quer fazer exercício, reduza as suas expectativas em relação ao que você é capaz de fazer.

Não precisa necessariamente de ficar na cama todo o dia, mas não pode esperar ter o mesmo nível de energia que teria se não estivesse doente.

Mas, pode ser perigoso realizar exercício se tiver os seguintes sintomas:

  • Febre.
  • Dificuldades em respirar ou peito congestionado.
  • Dores no corpo.
  • Diarreia ou vómitos.
  • No caso de sentir tonturas ou a cabeça leve quando se levanta.

Ele também sugere que ao tomar a decisão pense no local em que vai realizar exercício e também quem irá estar exposto à sua doença.

Veselik afirmou:

Embora normalmente partilhar seja uma coisa boa, esse não é o caso quando se trata de germes. Se você está a tossir e a espirrar, então evite a sua aula de zumba ou jogo de basquetebol e vá dar uma caminhada ou corrida sozinho.

Para além disso, limpe sempre as máquinas do ginásio. Nunca se sabe quem esteve nelas antes de si.

Ele também avisa para não colocar as suas expectativas demasiado elevadas quando regressar a um programa de exercício normal.

As pessoas têm que se colocar a si mesmas no lugar quando regressam ao seu programa de treino anterior.

Não irá ser capaz de fazer muito logo ao início e isso é normal. Inicialmente deveria aplicar apenas 50% do esforço e treinar apenas durante 50% do tempo.

Escute o seu corpo e aumente o tempo e o nível de esforço de acordo com o que o seu corpo lhe diz.

Referência!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Comentários fechados.