Definindo o efeito do café na pressão arterial

Algumas pessoas afirmam que o consumo de café está associado a uma pressão arterial um pouco mais elevada. No entanto, esses estudos acompanharam os pacientes por períodos de menos de 85 dias.

Nesta revisão, participaram e colaboraram investigadores de várias partes dos EUA para reverem os resultados de estudos de mais longo prazo.

Primeiro, os detalhes:

  • Na revisão foram incluídos um total de 172.567 participantes (37.135 com hipertensão) a partir de 6 estudos.

E os resultados:

  • A duração média de acompanhamento variou de 6 a 33 anos.
  • A meta-análise dos dados combinados mostrou que um consumo habitual de café superior a mais de 3 chávenas/dia não foi associado a um risco aumentado de hipertensão em comparação com menos de 1 chávena/ dia.
  • Um consumo leve a moderado de 1-3 chávenas/dia parece estar associado a um risco ligeiramente elevado. “

A conclusão?

Portanto, o risco é reduzido. Mas qual é o aumento da pressão arterial que podemos esperar e porque motivo é que isso acontece?

O Dr. Sheldon Sheps, especialista em hipertensão da Clínica Mayo diz-nos que:

“A quantidade de cafeína presente em 2 a 3 chávenas de café pode aumentar a pressão sistólica (o número mais alto da sua leitura da pressão arterial) em 3 a 14 milímetros de mercúrio (mmHg ). E a sua pressão diastólica (o número mais baixo) pode subir 4-13 mmHg. ”

“Ainda não é claro o que causa este aumento da pressão arterial. A cafeína pode bloquear uma hormona que ajuda a manter suas artérias dilatadas. Outros pensam que a cafeína faz com que a glândula adrenal liberte mais adrenalina, que faz com que a sua pressão arterial aumente. “

 Referência!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.