Qual é melhor, o deadlift convencional ou o deadlift romeno?

O exercício deadlift, também conhecido como levantamento terra e peso morto, faz parte do grupo dos “grandes três” exercícios (agachamento, supino e deadlift) recomendados para maximizar os ganhos de força.

No entanto, ao longo dos anos têm vindo a ser desenvolvidas outras variações do deadlift convencional, com o objetivo de atingir grupos musculares específicos, entre as quais se incluem o deadlift romeno (romanian deadlift).

A execução do deadlift romeno é bastante similar à do levantamento terra/peso morto com pernas retas (stiff-legged deadlift), mas é realizado com os joelhos fletidos a 15°, e a barra permanece em contato próximo com as pernas durante todo o exercício.

Foi reportado que as variações de deadlift romeno e o deadlift com pernas retas são mais adequados para treinar mais especificamente os glúteos e os isquiotibiais, enquanto que as variações deadlift sumo e o deadlift convencional são mais adequados para trabalhar a generalidade da musculatura das extremidades inferiores.

Mais recentemente, foi realizado um estudo com o objetivo de esclarecer as diferenças de biomecânica e de ativação musculação entre o deadlift executado de forma convencional e o deadlift romeno.

Para o efeito, os investigadores colocaram 21 indivíduos do sexo masculino a realizar cada variação do deadlift com uma carga que representou 70% de 1RM, ao mesmo tempo que compararam as atividades mioelétricas dos músculos reto femoral, bíceps femoral e glúteo máximo, com recurso a um sistema de eletromiografia (EMG).

No respeitante a resultados, registaram-se valores EMG significativamente mais elevados para os músculos reto femoral e glúteo máximo (58.57 e 51.52 % de pico) no deadlift convencional do que no deadlift romeno (25.26 e 46.88 % de pico).

Os autores deste trabalho chegaram às seguintes conclusões:

“As atividades do reto femoral e glúteo máximo foram significativamente maiores no deadlift convencional do que no deadlift romeno.”

“Em termos práticos, o deadlift convencional seria uma técnica de treino melhor para treinar os músculos das extremidades inferiores, incluindo o reto femoral e glúteo máximo, do que o deadlift romeno, tal como indicado pelos valores EMG mais elevados, observados durante o deadlift convencional.”

Referência!

Avatar

Siga-nos através das redes sociais.