creatina resistência

A creatina acelera a recuperação muscular dos atletas de resistência

Os atletas de resistência recuperam de forma mais rápida dos seus treinos intensos se tomarem um suplemento de creatina.

Esta descoberta foi realizada por cientistas de desporto da Graduate Institute of Nutritional Sciences and Education em Taiwan.

Num artigo que irá ser publicado em breve no European Journal of Nutrition, os cientistas taiwaneses escreveram que a suplementação com creatina reduz os danos provocados pelo exercício de resistência às fibras musculares.

Um dos efeitos indesejados do consumo de creatina é o potencial aumento de peso que esta pode provocar, mas este problema pode ser aliviado através da ingestão de uma dose baixa.

No entanto, ainda não se sabe muito acerca do efeito da creatina no metabolismo dos atletas de resistência, por isso os taiwaneses conduziram uma experiência com 12 estudantes masculinos com bastante experiência de treino. Os voluntários ingeriram 12 gramas de creatina todos os dias durante 15 dias e correram durante 60 minutos a 65-70% do ritmo cardíaco máximo.

suplemento creatina
A suplementação com creatina também pode ser útil para os atletas de resistência.

Mais tarde os investigadores repetiram o procedimento, mas em vez de creatina, administraram um placebo aos estudantes, isto é, uma substância sem qualquer princípio ativo.

Antes, durante e depois da sessão de treino, os investigadores analisaram o sangue e a urina dos estudantes. Foi assim que os investigadores descobriram que a suplementação com creatina manteve a concentração de 3-metil-histidina e de ureia, reduzidos. A metil-histidina e a ureia são indicadores de degradação muscular.

Os investigadores concluíram:

Em termos de metabolismo, a suplementação com creatina possui as vantagens de diminuir a degradação do glicogénio e da proteína muscular, especialmente após o exercício de resistência, embora isso possa não ser benéfico para o aumento da performance.

O estudo não foi financiado por empresas de suplementos, mas sim pela National Taiwan Normal University.

Referência!

Avatar

Siga-nos através das redes sociais.