Como otimizar os seus níveis de testosterona

Por estranho que possa parecer a alguns, no que diz respeito à testosterona, pode ser mais importante evitar certas substâncias do que ingerir compostos potenciadores da testosterona. Evite estes anti andrógenos, de forma a potenciar a sua produção natural de testosterona e de DHT.

 

Estão na moda temas como a desintoxicação, o uso de suplementos anti-inflamatórios ou simplesmente o aumento da ingestão de ácidos gordos ômega-3 para contrariar os efeitos negativos do excesso de ômega-6, e isso é a analogia de alguém que está a bater com a cabeça na parede enquanto pede um capacete, em vez de parar simplesmente com essa prática estúpida.

Da mesma forma, também não faz sentido investir 50€ num suplemento potenciador de testosterona mais ou menos inútil, quando ao mesmo tempo, provavelmente está a comer ou até a suplementar-se com um dos itens da seguinte lista de anti andrógenos comprovados.

Fármacos anti andrógenos: acetato de ciproterona, espirolactona, flutamida, cetoconazol, finasterida, dutasterida e companhia.

É lógico que o seu médico terá tido uma boa razão para lhe prescrever um ou outro dos medicamentos acima mencionados. Mas deverá fazer os possíveis para manter-se afastado deles, caso não lhe tenham sido prescritos.

Também há quem use a finasterida ou outros bloqueadores da conversão de testosterona em DHT, de forma a aumentarem a sua produção natural de testosterona. Mas essa prática não só é arriscada e irresponsável como também é simplesmente estúpida.

ATD (1,4,6-androstatriene-3 ,17-diona): Sim, surpreendentemente o potente composto anti-estrogénico (inibidor da aromatase) e muito elogiado potenciador da testosterona ATD também é um anti andrógeno relativamente potente (1,2).

Agnocasto (Vitex agnus-castus): Também é vendido para ajudar a aumentar os seus níveis de testosterona, mas é ainda mais usado para combater o fenômeno até agora não cientificamente estabelecido de “ginecomastia de progesterona”.

O Vitex é outro suplemento de uso relativamente comum, em que um estudo de 2007 por Nasri et ai. mostra que provavelmente irá reduzir, e não aumentar a produção de hormona luteinizante (HL) e os níveis de testosterona, em parte, mas não exclusivamente através das vias dopaminérgicas (3).

testosterona
Por vezes menos é mais. Evite estas substâncias de forma a maximizar os seus níveis de testosterona.

Chá verde (Camellia sinensis): Como leitor fiel do musculação.net que você é, por esta altura já deve estar ciente dos efeitos negativos do chá verde e das suas catequinas sobre os níveis séricos de testosterona.

Se estiver interessado nos detalhes, poderá ler o nosso artigo completo em “O chá verde pode reduzir os níveis de testosterona“.

Alcaçuz (Glycyrrhiza glabra): Foi provado que os fitoestrogênios presentes no Alcaçuz provocam uma redução dos níveis de testosterona nas mulheres; evidências provenientes de Josephs et al., mostram que a ingestão de alcaçuz redução a conversão da androstenediona para testosterona (4).

Outros estudos mostraram que a glicirrizina e o ácido glicirrético presentes no Alcaçuz apresentam efeitos anti-androgênicos em indivíduos saudáveis (5) e também em diabéticos (6).

Trevo vermelho: Os extratos do trevo vermelho exibem uma potente afinidade de ligação ao receptor de progesterona e de androgênio e possui uma forte atividade estrogênica, comparável à do estrogênio (7).

Reishi (Linghzi): Este é supostamente o cogumelo com a maior atividade anti-androgênica. Num estudo realizado em 2005 por Fujita et al.verificou-se que um extrato de metanol do Ganoderma lucidum reduz a conversão de testosterona para DHT em até 80% (8).

Hortelã (M. spicata): Pelo menos em mulheres foi demonstrado que o chá de hortelã provoca um aumento dos níveis de estrogénio e de hormona luteinizante na fase folicular do ciclo menstrual (9).

Num estudo de 2004, que foi realizado em ratos machos, a administração diária de chá de hortelã (M. spicata) durante um período de 30 dias, conduziu a aumentos significativos na hormona luteinizante e hormona folículo-estimulante e aumentou a quantidade de testosterona em soro, mas com a desvantagem séria de “grandes mudanças degenerativas do epitélio germinativo e bloqueio da espermatogênese em comparação com as descobertas nas biópsias testiculares do grupo de controlo” (10)

Soja e fitoestrogênios da soja: Você nunca na vida iria tomar a pílula das suas amigas, certo? Então por que é que  iria sequer pensar na hipótese de ingerir soja, ou até de suplementar-se com fitoestrógenios da soja? (11,12,13)

Vários estudos já comprovaram os efeitos negativos que o consumo de soja e seus derivados tem no sistema hormonal dos homens e o Dr. John Crisler (especialista em hormonas masculinas) afirmou:

Eu vi a impotência provocada pelo consumo de soja em inúmeros pacientes. Evite a todo o custo alimentar bebes do sexo masculino com soja.

Paeonia lactiflora: Também conhecida como Peônia chinesa, foi demonstrado que esta planta ornamental contém pelo menos dois compostos, 6′-O-galloylalbiflorin e pentagalloylglucos, que se ligam aos recetores de androgénios e desta forma inibem a sua ativação pela testosterona, DHT e andrógenos mais fracos (14).

Xenoestrogênios: Os BPA (como o Bisfenol A presente em plásticos), PCPs (como os presentes em cosméticos), etc: podem inibir a produção de testosterona através da redução da conversão do colesterol em androgênios (15) e podem produzir efeitos similares aos estrogênios (16);

Têm sido referidos efeitos semelhantes aos estrogênios para todos os tipos de chamados “xenoestrogênios”, estes são compostos sintéticos que atuam como estrogênios no corpo humano e podem induzir danos permanentes no sistema endócrino e do sistema reprodutivo, especialmente em rapazes jovens e adolescentes.

Em homens e mulheres adultos têm sido associados ao desenvolvimento de várias formas de cancro (17).

Conclusão

Então aqui tem, uma lista de compostos que faria bem em evitar de forma a poder manter os seus níveis de testosterona

Eu sei, eu sei, “Evite isso … evite aquilo … não parece tão apelativo como, “Tome apenas três comprimidos do nosso produto, e você irá aumentar os seus níveis de testosterona em 300%!”.

Mas sabe uma coisa? Ao contrário desses produtos/suplementos, estas dicas e atitudes são completamente grátis. E mais importante, estas recomendações funcionam e são livres de efeitos secundários!

Referência 1|2|3|4|5|6|7|8|9|10|11|12|13|14|15|16|17

Avatar

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.