Como manter a perda de peso

Sabemos agora que 70-80% das pessoas que perdem peso, acabam por recuperá-lo todo de volta. Dito isto, quais são as características das 20-30% das pessoas que perdem peso e mantêm o peso perdido?

Por que é difícil manterá a perda de peso?

Genética: 70-80% do seu peso é determinado pelos seus genes. Apesar de se pensar que a ingestão e dispêndio se calorias seja regulada de forma consciente, existe um poderoso sistema inconsciente biológico que tenta manter o seu peso determinado geneticamente.

Curiosamente, a altura é a única característica hereditária que é mais dominada pelos seus genes do que a obesidade.

Então, como é que se pode manter o peso perdido?

Se a genética desempenha um papel tão importante na obesidade, será realmente possível perder peso e mantê-lo afastado? Para responder a esta pergunta, O National Registry of Weight Control – o maior estudo prospectivo de longo prazo de manutenção de perda de peso bem sucedida, tem vindo a acompanhar as pessoas que:

  • Perderam pelo menos 30 quilos, e…
  • Mantiveram uma perda de peso de pelo menos £ 30 durante um ano ou mais

Vejamos então como é que a maioria dos participantes manteve o peso perdido:

78% tomam o pequeno-almoço todos os dias: Tomar o pequeno-almoço, provavelmente ajuda a prevenir a ingestão de uma grande refeição no final do dia ou de petiscar antes do almoço.

75% pesam-se pelo menos uma vez por semana: Isso é muito interessante, considerando que as pessoas são frequentemente aconselhadas a não verificar o seu peso e a verificarem a perda de peso pelos tamanhos de roupa. E existem mais alguns estudos que apoiam o acto de se pesar com frequência para prevenir o aumento de peso adicional de forma antecipada.

62% vêem menos de 10 horas de televisão por semana: A maioria das pessoas pensa que isso é bastante simples. Mas a maioria das pessoas tendem a lanchar quando vêem televisão.

Este é um exemplo clássico do efeito do condicionamento, que defende que os estímulos repetidamente apresentado antes ou simultaneamente com um determinado comportamento irá tornar-se associado a esse comportamento. Por exemplo, depois de comer salgadinhos de forma repetida enquanto vê televisão, o simples acto de ligar o aparelho pode desencadear um desejo de comer batatas fritas.

90% exercitam-se uma hora por dia: Este parece ser um factor importante, pois sabemos que o exercício desempenha um papel mais importante na prevenção da recuperação do peso do que na perda de peso. A forma de actividade física mais popular foram as caminhadas.

A maioria continua a manter uma dieta com baixa ingestão calórica e baixa em gordura: A dieta baixa em gordura é compreensível, considerando o quão difícil é manter uma dieta rica em gordura e, ao mesmo tempo mantê-la baixa em calorias. Os estudos tendem a mostrar pessoas que começam com uma dieta baixa em carboidratos e que depois passam para uma dieta moderada em carboidratos à medida que o estudo progride.

Limitações

As principais limitações do estudo são:

  • Os voluntários foram auto- selecionados.
  • Estudo observacional.
  • Foram os próprios voluntários que transmitem todos os dados.

Então, nós na verdade não sabemos qual é o hábito que contribui mais ou se esses hábitos estão sequer a contribuir muito. Poderá ler mais sobre o estudo aqui: National Weight Control Registry

Fonte!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Deixe um comentário

Siga-nos por Email
RSS
Instagram