Como aumentar a produção natural de testosterona

A testosterona é uma hormona importante para os homens e até mesmo para as mulheres. Os níveis baixos de testosterona irão afetar a sua disposição, vida sexual e saúde. É a partir dos 18 anos que os níveis de testosterona começam a declinar de forma lenta nos homens.

Alguns homens nos seus 20 ou 30 anos podem ter níveis baixos de testosterona, uma condição denominada de hipogonadismo. O hipogonadismo pode ser causado por diversas causas, incluindo: criptorquidia, uma lesão testicular, um distúrbio da glândula pituitária, ou medicamentos.

A testosterona é extremamente importante para os culturistas, porque é a principal hormona anabólico do corpo. Nada contribui tanto para o desenvolvimento muscular como os níveis de testosterona.

É importante notar que a testosterona administrada de forma artificial, só o irá prejudicar, a longo prazo. O seu corpo irá deixar de a produzir de forma natural e os seus testículos irão “encolher”. O abuso de esteróides a longo prazo pode afetar a produção de testosterona natural de forma permanente.

As mulheres culturistas não devem ter medo de aumentar os seus níveis de testosterona de forma natural. Irá melhorar a sua auto-confiança, níveis de energia e também o desejo sexual .

Como maximizar a produção de testosterona natural:

  • Exercite-se de forma habitual. Se já pratica musculação, já estará a fazer isso.
  • Certifique-se de sua dieta é rica em gorduras boas, como as em monoinsaturadas encontradas no azeite e frutos secos como as nozes, amêndoas e avelãs, bem como em saturadas presentes em carnes e manteiga de animais alimentados a pastos. A ingestão adequada de ómegas 3 também é importante. Pode encontra-las em peixes e sementes de linhaça.
  • Dê ao seu corpo o descanso adequado. Durma 8 horas de sono profundo sem interrupções, todos os dias. Vá dormir, ao mesmo tempo todos os dias, de forma a não interferir no seu ritmo circadiano.
  • Evite a restrição calórica consistente, de longo prazo, pois pode provocar a diminuição dos de testosterona.
  • Através de dieta e de peso, manter a sua massa muscular elevada e a percentagem de gordura corporal razoavelmente baixa. As células de gordura do corpo produzem estrogênio, que pode reduzir os seus níveis de testosterona.
  • Evite o excesso de treino (overtraining).
  • Obtenha a quantidade adequada de zinco a partir da dieta. O zinco é um mineral difícil de obter e absorver e muitas pessoas são deficientes deste mineral. O zinco desempenha um papel crucial na manutenção dos níveis óptimos de testosterona e é a base principal para os suplementos de ZMA.

Por vezes, um multivitamínico pode ainda não ser o suficiente para obter zinco suficiente devido às formas inferiores de zinco e por causa do aumento das necessidades nutricionais dos atletas. Portanto os culturistas muitas vezes notam uma melhora dos níveis de testosterona e da qualidade do sono, quando tomam um suplemento de zinco.

Embora algumas pessoas acreditem que o agachamento e o peso morto ajudem a aumentar os níveis de testosterona a longo prazo, as coisas não são assim tão simples. Existe um aumento temporário do nível de testosterona durante e após os exercidos de musculação, mas a seguir, os níveis de testosterona, caem rapidamente abaixo do normal durante cerca de um dia ou dois. Em seguida, os níveis de testosteronas regressam ao normal.

O treino de musculação irá ajudar a manter ou dar um pequeno impulso nos níveis de testosterona a longo prazo, desde que não ande a treinar em excesso.

O excesso de treino ou a falta de um período de descanso entre cada poucas semanas consecutivas de treino, irá na verdade baixos os níveis de testosterona. Os níveis de testosterona decaem com o excesso de treino devido aos níveis altos de cortisol, um hormona que também é libertada durante os treinos de musculação.

A dieta parece desempenhar um papel mais importante na manutenção dos níveis de testosterona. Num estudo publicado em 1997, os indivíduos realizaram treinos de musculação com várias dietas distintas. Os níveis de testosterona aumentaram de forma temporária após os treinos de musculação em todos os grupos, mas a correlação real dos níveis de testosterona em descanso entre os grupos, ocorreu na verdade, devido à sua dieta (ingestão de gordura).

Referência!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Comentários fechados.