Cardio mais eficaz com dieta rica em proteína

A perda de peso derivada do exercício cardiovascular será mais rápida com uma maior quantidade de proteína na sua dieta, e menor de gordura e carboidratos.

Sim, os tipos em Maastricht realizaram outro estudo interessante, que será publicado em breve em “Physiology & Behavior”.

Já há muito que sabemos que uma dieta rica em proteína funciona bem para perda de peso, mas este estudo revela mais pormenores acerca do mecanismo por detrás disso. Os investigadores realizaram uma experiência com 16 voluntários: 12 deles foram colocados durante 3 meses numa dieta que continha relativamente mais proteína, e 4 mantiveram a sua dieta habitual.

A dieta rica em proteína não requereu grandes mudanças em termos de hábitos alimentares. Os voluntários substituíram três refeições normais por dia por um batido de leite, um pudim e uma sopa ou muesli, todos eles produtos da “Novartis Modifast”, que contêm mais proteína que os alimentos comuns.

Imediatamente antes e após o período de três meses, os sujeitos tinham de pedalar com o estômago vazio de manhã cedo. Os investigadores fizeram os voluntários aumentar a velocidade de forma gradual e mediram a quantidade de gordura queimada. A figura abaixo mostra o resultado desses testes.

 

Tabela 1

A queima de gordura foi mais elevada a 51% de VO2max. Está no nível mais baixo, mas não é anormal para indivíduos destreinados. Durante o teste [Fatmax], a queima máxima de gordura aumentou no grupo que ingeriu mais proteína durante três meses. De qualquer forma o grupo não ficou em melhor forma.

Tabela 2

Compilamos os efeitos estatisticamente significativos na tabela acima. Em termos culturistas, o aumento da ingestão de proteína foi mínimo, mas teve um efeito considerável na composição corporal.

Os investigadores suspeitam que uma dieta rica em proteína aumenta a massa muscular. Os músculos em repouso usam a gordura como fonte principal de energia. Isto explica, pelo menos em parte, porque motivo a massa gorda é reduzida. Mas, este estudo sugere outra forma através da qual uma dieta rica em proteína aumenta a utilização de gordura: Músculos activos usam mais gordura se consumir mais proteína.

A nossa teoria: O aminoácido leucina presente na proteína extra proporciona um estímulo anabólico. A leucina força os músculos a poupar proteína e possivelmente glucose também, até certo nível. É por isso que as células musculares queimam um pouco mais de ácidos gordos com o exercício de baixa intensidade.

Referência!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.