Canela = Mais músculo e menos gordura

Para além de ser um condimento que se presta muito bem para acompanhar certos pratos e sobremesas, temos agora provas de que a canela também proporciona efeitos positivos ao nível da repartição de nutrientes e da composição corporal.

São já vários os estudos que mostram que a canela melhora a ação metabólica da resistência à insulina através do aumento da absorção de glucose para as células e através do aumento dos caminhos de sinalização da insulina nos músculos.

Num estudo em particular, os voluntários que ingeriram canela obtiveram um aumento de 1.1% da massa muscular e uma diminuição de 0.7% da massa adiposa, isto sem a realização de qualquer tipo de atividade física.

À primeira vista poderá não parecer muito, mas é possível que venha a obter efeitos mais evidentes com a inclusão de treinos de musculação e possivelmente também com a adição de algum exercício cardiovascular.

Os investigadores do estudo afirmaram:

As nossas descobertas indicam que o consumo de 500 mg/dia de um extrato de canela durante 12 semanas conduziu a melhorias significativas nos níveis de açúcar no sangue, tensão arterial sistólica e composição corporal.

Para além dos benefícios na composição corporal, a canela também aumenta os níveis de IGF-1 e rejuvenesce a pele através do aumento da síntese de colagénio. O IGF-1 é a hormona que estimula as células da pele a produzir o colagênio.

O efeito anti-envelhecimento da pele é um excelente “bónus” que se pode somar aos efeitos da melhoria dos níveis do açúcar do sangue, níveis de insulina e composição corporal.

Se gosta de canela, já tem aqui bons motivos para a incluir nas suas receitas e sobremesas. Para além de adicionar mais sabor às suas refeições, irá também obter vários benefícios para a saúde.

Referência!

Nutricionista (CP: 4100N) no Moreirense Futebol Clube. É licenciado em nutrição pela FCNAUP, e é também doutorando em Ciências do Consumo Alimentar e Nutrição, na mesma faculdade.

Comentários fechados.