As 12 frutas e legumes que contêm mais e menos pesticidas

As maçãs são o alimento que contém a maior quantidade de pesticidas e encontram-se novamente no topo da lista das ” Doze mais contaminadas” de produtos mais contaminados com pesticidas, enquanto as cebolas figuram no topo da lista das “15 mais limpas.”

A lista é proveniente de uma associação defensora dos consumidores sem fins lucrativos, a “Environmental Working Group (EWG)” e tem como base os testes de pesticidas realizados pelo Departamento de Agricultura dos EUA e da FDA. Eles actualizaram a lista do ano passado com dados recentes obtidos a partir de testes de 2009.

“Os pesticidas são tóxicos”, afirma Sonya Lunder, analista sénior da EWG , num comunicado à imprensa. “Eles são projectados para matar coisas e não são bons para si. A questão é: quão prejudiciais são eles? ”

É uma boa pergunta. A regra de ouro é evitar exposições que são mil vezes menores do que os níveis conhecidos por serem tóxicos. Um estudo de 2009 conduzido pelo investigador da EPA, Devon Payne-Sturges, descobriu que cerca de 40% das crianças dos EUA têm níveis de um tipo de pesticida bem acima desta margem de 1.000 vezes mais elevado de exposição.

Onde é que as crianças e adultos ficam expostos a pesticidas? Para a maioria de nós, é através das frutas e verduras que comemos.

A associação EWG é rápida a sugerir que as pessoas devem comer mais frutas e vegetais, e não menos – independentemente do relatório “Doze mais contaminadas”.

Num comunicado à imprensa, a EWG afirmou:

“Os benefícios para a saúde de uma dieta rica em frutas e vegetais, superam os riscos de exposição a pesticidas”.

A associação EWG calcula que, ao escolher frutas e verduras da lista das 15 mais limpas em vez da lista das 12 mais contaminadas, as pessoas podem reduzir a sua exposição aos pesticidas em 92%.

Mesmo assim, ninguém está a dizer a ninguém para evitar as maçãs, a fruta mais contaminada com pesticidas. Mas a EWG recomenda a escolha de produtos orgânicos ao invés dos produtos da lista das “12 sujas”. O que não vai irá eliminar completamente a exposição a pesticidas, mas poderia ajudar.

Podemos lavar as frutas e vegetais para eliminar os pesticidas? Sim, na verdade, isso pode ajudar. Mas a notícia deprimente é que a maioria dos produtos foram cuidadosamente lavados antes dos testes da USDA / FDA.

O sistema de classificação EWG é baseado numa pontuação atribuída a cada item em seis categorias:

  1. Percentual de amostras com pesticidas detectáveis
  2. Percentual de amostras com duas ou mais pesticidas
  3. Número médio de pesticidas encontrados numa única amostra
  4. Quantidade média de todos os pesticidas encontrados
  5. Número máximo de pesticidas encontrados numa única amostra
  6. Número total de pesticidas na fruta ou vegetal

Um estudo de 2010, realizado  pelo pesquisador de Harvard Chensheng Lu e seus colegas, avaliaram a quantidade de pesticidas presentes nos alimentos consumidos por crianças em duas cidades dos EUA (Atlanta e Seattle). Constatou-se que muitos dos alimentos que continham pesticidas e que essas crianças comeram, estavam na lista dos “doze mais contaminados”.

Doze mais contaminados: Produzidos com mais pesticidas

Aqui está a lista da EWG das 12 frutas e legumes que tiverem a pior pontuação de pesticidas em geral:

  • Maçãs
  • Aipo
  • Morangos
  • Pêssegos
  • Espinafres
  • Nectarinas (importadas)
  • Uvas (importadas)
  • Pimentão doce
  • Batatas
  • Mirtilos (domésticos)
  • Alface
  • Couve

15 mais limpos: Produzidos com menos pesticidas

Aqui está a lista do EWG das 15 frutas e legumes que tiverem a melhor pontuação de pesticidas em geral, com os produtos com a menor contaminação de pesticidas no topo da lista:

  • Cebolas
  • Milho doce
  • Abacaxis
  • Abacates
  • Espargos
  • Ervilhas
  • Mangas
  • Beringela
  • Cantaloupe (doméstico)
  • Kiwi
  • Repolho
  • Melancia
  • Batata-doce
  • Toranja
  • Cogumelos

Fonte: News release, Environmental Working Group.

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Comentários fechados.