Andropeak: Furastanols do Fenugreek

Os produtores do “Testofen” colocaram um novo suplemento no mercado. O andropeak contém furastanols provenientes da planta “Trigonella foenum-graecum“. De acordo com um estudo realizado em animais, o Andropeak possui capacidades anabólicas.

Testofen, um extracto de “Trigonella foenum-graecum”, é produzida pela “Indus Biotech Private Limited”. O fabricante alega que o Testofen aumenta os níveis de testosterona, mas não tem estudos para provar isso. Os fabricantes de Testofen referem-se sim ao Tribulus terrestris. De acordo com os fabricantes, os componentes do “Trigonella foenum-graecum” assemelham-se aos do Tribulus terrestris,. Se o Tribulus terrestris aumenta os níveis de testosterona, então o “Testofen” tambem deve fazer isso.

Isto é raciocínio simples, certo? É uma pena que o Tribulus terrestris não tenha qualquer efeito.

Quando os investigadores administraram o novo extracto de fenugreek “Andropeak” a jovens ratos machos castrados, em doses diárias de 10 e 35 mg/kg, não aconteceu nada aos seus níveis de testosterona.

Tabela 1

No entanto, os animais ganharam peso. E os seus músculos “levator ani” também cresceram. Este músculo é um indicador clássico de actividade anabólica.

Tabela 1
Tabela 3

Não foram observados efeitos sobre as vesículas seminais ou a próstata, por isso, o Andropeak não tem efeitos androgénicos. Vai ser um sucesso no mundo dos suplementos, você pensa.

Na sua publicação os pesquisadores afirmam que “não existem conflitos de interesses.Mas é interessante notar que os “meios necessários para realizar o estudo” foram fornecidos pela Indus Biotech Private Limited, a fabricante de ambos os produtos Testofen e Andropeak.

Os investigadores não conseguiram explicar como funciona exactamente o Andropeak. Especulam que esta preparação separa a testosterona da molécula de transporte SHBG, o que aumentaria a quantidade de testosterona activa nos animais de laboratório. Mas eles não verificaram se este é realmente o caso.

Nós também temos uma teoria. O Fenugreek estimula o apetite. Os animais ganharam peso e os seus músculos “levator ani” cresceram à medida que ficaram mais gordos. Embora este raciocínio seja simples e elegante, não encontramos nenhuma prova dele no artigo. Estranho mesmo. Mas deve haver uma explicação.

Referência!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Comentários fechados.