A redução de calorias é o mais importante na manutenção da perda de peso

O mantra da perda de peso da UAB (Universidade do Alabama em Birmingham) O sistema de gestão de peso “EatRight”é “reduzir as calorias e aumentar o exercício”. Mas uma nova pesquisa da “EatRight” sugere que, para aqueles que conseguiram perder peso com sucesso, reduzir as calorias é uma forma eficaz de manter o peso, especialmente quando é difícil encontrar tempo para fazer exercício.

Nos resultados publicados na edição de Maio da” Obesity”, os investigadores relatam que 80 por cento dos participantes do programa EatRight mantiveram a sua perda de peso durante dois anos de acompanhamento, e maioria consegue manter o peso baixo porque adere uma dieta baixa em calorias, de baixa densidade energética.

Jamy Ard, MD, professor assistente de ciências da nutrição e director médico da “EatRight Weight Management Services, disse:

Os nossos resultados mostram que os indivíduos que conseguiram manter o peso corporal após a conclusão do programa EatRight, consumiram menos calorias e seguiram um padrão alimentar com uma menor densidade de energia, do que aqueles que não mantêm o peso corporal.

Este controlo das calorias levou a manutenção de peso bem sucedida, apesar do fato de que esses indivíduos não realizaram a quantidade de exercício recomendado.

Ard e colegas seguiram 89 antigos participantes do programa EatRight durante dois anos. A parte de 80 por cento que tinha mantido com êxito a sua perda de peso consumiram menos calorias do que aqueles que ganharam peso e tenderam a comer uma dieta composta por alimentos de baixa densidade energética, como frutas, verduras e grãos integrais.

Uma dieta de baixa densidade energética, isto significa que uma pessoa pode comer mais e ainda assim consumir menos calorias do que com alimentos de alta densidade energética.

Tiffany Cox, MPH, coordenadora do estudo de seguimento ao programa do EatRight, afirmou:

Embora a importância da actividade física esteja bem estabelecida, o nosso estudo demonstra que a adopção de uma dieta de menor valor calórico, de baixa densidade energética, pode reduzir a quantidade de actividade física que é realmente necessária para a manutenção do peso.

Isto poderia ter um efeito positivo a longo prazo na manutenção do peso por proporcionar aos indivíduos um objectivo de forma física mais fácil de atingir, que podem tentar obter com mais facilidade.

Ard afirma que a pesquisa indica que a impossibilidade de atingir uma meta de exercício pode causar uma diminuição na auto-eficácia e auto-satisfação, acabando eventualmente por levar os indivíduos a deixarem de treinar de todo.

Ard afirmou:

É claro que o exercício combinado com uma dieta de baixa densidade de energia é a melhor abordagem para uma perda de peso e obtenção de boa saúde geral.Mas muitas pessoas afirmaram que encontrar tempo para fazer exercício é um grande obstáculo. É encorajador verificar que a perda de peso pode ser mantido principalmente através de uma dieta baixa em calorias.

O programa “EatRight”, criado na UAB há mais de 30 anos atrás, é baseado no conceito de tempo de deslocamento de calorias, o que estimula um consumo significativo de alimentos que têm menos calorias por volume, como frutas, verduras e grãos integrais, ao limitar o consumo de alimentos que são altamente calóricos, como carnes, queijos, açúcares e gorduras.

O modelo EatRight inclui um aumento da actividade física e incorpora intervenção comportamental para reduzir ou eliminar os obstáculos à mudança de estilo de vida e a realização dos objectivos. Normalmente, é realizado em 12 sessões semanais com turmas de poucos participantes.

Fonte!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Deixe um comentário