A quantidade de massa muscular é importante para os powerlifters?

Os powerlifters são frequentemente vistos como sendo atletas fortes, com pouca massa muscular comparados com os culturistas. Um estudo recente procurou descobrir o que diferencia os powerlifters mais fracos dos mais fortes.

O que é o powerlifting?

Três levantamentos: O powerlifting envolve três levantamentos básicos, o supino, peso morto e agachamento. O levantamento olímpico, por outro lado, envolve o “clean and jerk” e o “snatch”.

1RM: Significa, uma repetição máxima, ou a quantidade máxima de peso que consegue levantar numa repetição.

O atleta que consegue levantar a maior quantidade de peso numa repetição (1RM) vence a competição. Basicamente, o atleta mais forte ganha a competição.

A quantidade de massa muscular não é importante para os powerlifters?

A maioria das pessoas pensa que o powerlifting e outros desportos de força não têm nada a ver com o músculo. Algumas das razões que as levam a pensar assim são:

Os powerlifters são gordos: Os culturistas são musculosos e definidos. Por isso, as pessoas pensam que é o treino que as faz ficar com esse aspecto.

Pesos pesados: Os powerlifters normalmente treinam com um número de repetições muito baixas (1-3) e por isso, o peso que levantam é quase o dobro do que poderiam levantar se fizessem 8-10 reps.

Os culturistas treinam com um número de repetições moderada/alta (8-12) e o peso que utilizam é muito mais leve. Por isso, as pessoas pensam que a força não está realmente relacionada com a quantidade de massa muscular.

Sistema nervoso: A força tem tudo a ver com as adaptações do sistema nervoso e está pouco relacionada com o músculo.

Um estudo recente procurou descobrir se a quantidade de massa muscular pode prever a performance no powerlifting.

Como foi organizado o estudo?

O estudo comparou os atletas de powerlifting fracos com os mais fortes, que tinham competido em competições de powerlifting. Nenhum dos atletas obteve resultados positivos em controlos de anti-doping nos últimos 2 anos.

Os powerlifters fortes, foram considerados como sendo os atletas cuja pontuação “Wilks” foi superior a 417 aqui, e o grupo de powerlifters mais fracos foi composto pelos atletas com uma pontuação “Wilk” de menos de 370.

Os investigadores compararam características antropométricas como o comprimento dos membros, diâmetro dos músculos, comprimento dos ossos e quantidade de massa muscular.

Quais foram os resultados do estudo?

O estudo mostrou que a maioria das diferenças significativas se deveram à massa muscular e comprimento muscular por unidade de comprimento, e foi a maior a quantidade de massa muscular que mais contribui para o maior nível de força nos powerlifters fortes.

O estudo recomenda que os powerlifters deveriam passar mais tempo a treinar com vista à hipertrofia da massa muscular mais relevante nos três levantamentos.

Aplicações práticas

  • O nível de força está estreitamente correlacionada com a quantidade de massa muscular. Você não pode ganhar força de forma mágica sem ganhar músculo ou vice-versa.
  • Se o seu nível de força está a aumentar, está definitivamente a ganhar músculo também.

Referência!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.