A proteína whey concentrada é superior à hidrolisada

Se é um atleta que procura aumentar a sua força e massa muscular, é melhor deitar fora a excessivamente cara proteína whey hidrolizada (WPH), e começar a tomar a boa e velha proteína whey concentrada (WPC).

Isto de acordo com um estudo realizado pelo Dr. Chris Lockwood (* o ex-editor-chefe da revista Muscle & Fitness).

Para o estudo, foram recrutados cinquenta e seis homens já com experiência anterior em treino de musculação, os quais foram aleatoriamente divididos em vários grupos que receberam: uma proteína whey hidrolisada de soro de leite de alta qualidade, uma proteína whey concentrada com 80% de concentração, um placebo (carboidratos), ou soro de leite enriquecido com lactoferrina.

Os voluntários foram testados em termos de força máxima no supino e agachamento hack, bem como a resistência muscular, medida através do número máximo de repetições durante uma série a 80% da sua 1RM. [eu vou poupá-lo às informação sobre o grupo placebo (por agora), e o do soro de leite enriquecido com lactoferrina (porque é irrelevante).]

Então o que é que acontece quando se compara uma proteína whey concentrada de baixo custo com uma proteína whey concentrada ultra dispendiosa?

Em média os homens, que tomaram a proteína whey concentrada, 80% (WPC80) menos cara, ganharam mais força absoluta e mais resistência muscular em comparação com indivíduos que tomaram a proteína whey hidrolizada de alta qualidade (WPH):

Se pretende desenvolver mais força e mais resistência, evite os dispendiosos hidrolisados e adquira alguma proteína whey concentrada de soro de leite – A maioria dos concentrados à venda no mercado, contêm à volta de 80% de concentração de proteína (ou seja, a concentração exata que foi usada no estudo).

Referência!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Deixe um comentário

Siga-nos por Email
RSS
Instagram