A L-Ornitina proporciona sprints mais rápidos

O aminoácido L-ornitina aumenta a resistência e reduz a fadiga durante períodos de exercício físico prolongado.

Investigadores Japoneses descobriram que a suplementação com L-ornitina ajuda a obter mais energia para os sprints de curta duração durante as atividades de resistência.

A ornitina é libertada no ciclo de ureia. Esta é uma cadeia de reacções que o organismo realiza para se libertar do amoníaco e proteínas usadas. A ornitina extra acelera estas reacções, tornando possível que o organismo elimine mais rapidamente do sangue, o amoníaco e outros compostos de nitrogénio. Isto, por sua vez, reduz a fadiga causada pelo exercício.

Os investigadores colocaram os seus voluntários a pedalar numa bicicleta estática durante quatro horas a 80% do ritmo cardíaca no limite anaeróbico. Meia hora após começarem a pedalar e meia hora antes de terminar o período, os investigadores colocaram os sujeitos a pedalar o mais rapidamente que podiam durante 10 segundos.

Tabela 1

O suplemento ocasionou uma redução menor da velocidade durante o sprint. Este efeito foi também acompanhado por uma menos acumulação de amoníaco no organismo.

Tabela 2

Os investigadores afirmaram que:

É difícil obter quantidades suficientes de L-ornitina a partir das refeições comuns para se obter um efeito anti-fadiga.

Neste estudo, usamos L-ornitina sintetizada pelo método de fermentação. Recomendamos a ingestão de L-ornitina como suplemento nutricional em casos de fadiga.

Referência!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Comentários fechados.