A glucosamina e condroitina protegem contra o cancro do pulmão e intestinos.

As pessoas que tomam suplementos que contêm glucosamina e condroitina para protegerem as suas articulações, estão também a reduzir as suas hipóteses de desenvolver cancro nos intestinos e pulmões. Investigadores americanos que trabalham no estudo VITAL, fizeram esta descoberta. Estiveram a seguir de perto 77,000 homens e mulheres com idades entre os 50 e 76 desde 2000.

O estudo VITAl, pretende descobrir quais os suplementos que são realmente saudáveis, como afirma a indústria de suplementos, ou possam de facto, prejudicar a saúde, tal como afirma um número crescente de cientistas. Até agora, tem havido muito poucos estudos epidemiológicos especificamente direccionados aos efeitos dos suplementos na saúde.

Quando os investigadores recrutaram os participantes, fizeram perguntas acerca da sua ingestão de suplementos nos últimos 10 anos. Depois, monitorizaram os indivíduos durante 5 anos. Nesse período de tempo, 665 pessoas desenvolveram cancro do pulmão. Verificando o uso de suplementos dos voluntários e se estes estariam ou não relacionados, os investigadores compilaram a tabela abaixo.

Tabela 1

A banda negra significa que existe uma relação estatística significativa. Os consumidores de glucosamina e condroitina têm uma probabilidade 25% menor de desenvolver cancro do pulmão do que os não consumidores.

Do grupo de voluntários que os investigadores monitorizaram, 426 homens e mulheres desenvolveram cancro dos intestinos. As cápsulas de alho aumentaram as probabilidades de desenvolver cancro dos intestinos. A erva de St. Johns e o MSM reduziram consideravelmente as probabilidades, seguido do óleo de peixe, e, de novo, pela glucosamina e condroitina.

Tabela 2

A glucosamina e condroitina inibem mecanismos anabólicos que são activados pela Interleucina-1. E a interleucina-1 têm um papel no desenvolvimento do cancro.

O óleo de peixe inibe a inflamação; o MSM estimula o sistema imunológico e em relação á erva de St Johns, os investigadores não fazem ideia de como funciona. Nem sabem exactamente qual a quantidade de suplementos que os participantes ingeriram.

Os resultados do mesmo projecto também mostraram que, a glucosamina e condroitina reduzem a mortalidade.

Referência!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.