A fruta e vegetais são importantes para os desportistas?

Será que a fruta e os vegetais têm lugar na dieta de um desportista? Ou apenas é importante o seu consumo para quem deseja perder peso? Ou será que deve ser evitado o seu consumo quer por uns quer por outros?

Qual será a importância destes alimentos na organização de uma boa dieta? Já ultrapassada a questão da frutose presente na fruta no artigo anteriormente escrito, vamos agora centrarmo-nos no real interesse da fruta numa boa dieta.

A fruta e vegetais são importantes para os desportistas?

A fruta e os vegetais são importantes para os desportistas?

Na construção de uma boa dieta, a grande preocupação deve ser suprir as necessidades energéticas da cada pessoa. No entanto, se esta for construída convenientemente, as quantidades de vitaminas, minerais e fibra, por arrasto, e devido a uma grande variedade nos alimentos escolhidos, devem ficar completamente supridas.

É aqui que entra umas das grandes importâncias da fruta e vegetais, pois estes, que serão usados como fonte de hidratos de carbono, irão também assegurar uma boa dose diária de vitaminas, minerais, fibras e água.

São alimentos pouco densos caloricamente. Isto é uma grande vantagem para o combate ao excesso de peso, pois estamos perante produtos que nos garantem grande parte das nossas necessidades a nível vitamínico, e além disso, têm poucas calorias, bem como uma grande quantidade de água e fibra que nos ajudarão a ficar saciados mais depressa.

É assim difícil comer demais deste tipo de alimentos, ao contrário de outros muito densos caloricamente como bolos, doces, charcutarias, etc, em que facilmente e com pequenas quantidades atingimos grandes quantidades calóricas, quase sem darmos conta.

No entanto, os desportistas necessitam de maiores quantidades calóricas, pelo que acabam muitas vezes por colocar de lado este tipo de alimentos, pois necessitariam de grandes quantidades destes para preencher os seus requisitos calóricos. Isto acaba por ser um erro, pois o que deveria ser feito era precisamente o oposto.

Colocar estes alimentos (fruta e vegetais) na dieta como fontes primárias de glícidos, e completar com outras fontes (glícidos ricos em amido) apenas consoante o necessário. Estes são aqueles alimentos que devem estar sempre presentes numa dieta, e regra geral, estando em falta, também as vitaminas, minerais e fibras estarão em falta.

São realmente excelentes fontes de vitaminas e minerais, sendo que para conseguirmos todas as vitaminas necessárias, devemos ir variando e não comer sempre os mesmos, até porque a escolha é imensa, o que faz com que evitemos cair na rotina.

Estas serão essenciais para manter todo o nosso organismo a funcionar corretamente, bem como a evitar e combater ameaças externas.

Conferem também um perfil alcalino à nossa dieta, que nos irá permitir combater o perfil ácido que alimentos como as carnes, cereais e lacticínios por exemplo proporcionam.

Isto é importante como forma de combate a bactérias por parte do nosso organismo, bem como forma de auto preservação das várias estruturas do nosso organismo, que em contacto constante com ambientes ácidos se vão degenerando mais rapidamente.

Conclusão

Resumindo, podemos concluir que:

  • Tanto a fruta como os vegetais devem estar sempre presentes em qualquer alimentação! Tanto de quem pretende perder peso como de quem quer ganhar, sedentários ou desportistas.
  • Estes produtos devem ser a nossa fonte principal de hidratos de carbono, sendo que apenas iremos completar com outras fontes se necessário.
  • A grande variedade destes produtos permite-nos variar imenso, pelo que dificilmente cairemos na rotina de comer sempre o mesmo.
  • São excelentes fontes de fibras, vitaminas e minerais, pelo que se estiverem presentes em quantidades razoáveis, todas as nossas necessidades destes devem ser totalmente colmatadas.
  • Devemos ir variando entre as várias opções disponíveis, de modo a conseguirmos obter as vantagens que cada um tem para nos oferecer.
  • Se retirarmos da dieta aqueles produtos muito ricos em frutose hoje em dia comercializados, não será necessário haver preocupações em relação a este capítulo, mesmo ingerindo mais frutas e vegetais, pois devido à sua riqueza em água e fibra é difícil ingerir estes produtos em excesso.
  • Conferem um importante perfil alcalino à nossa dieta, que irá neutralizar grande parte da acidez de outros alimentos.
  • Muito ricos em água, o que nos permite uma boa hidratação ao longo de todo o dia, mesmo para quem não tem por hábito beber grandes quantidades de água.
  • Deve-se Ingerir no mínimo 400 gramas de produtos hortícolas e 2 doses de fruta por dia.

 

Estudante de Dietética e Nutrição com grande gosto pela área da nutrição desportiva e pela área da musculação em particular. Praticante de ginásio assiduo e de longa data.

Comentários fechados.