A Erva de Bode “Horny Goat Weed” inibe o cortisol

A erva de bode “Epimediumbrevicornum é uma planta encontrada na Europa e na Ásia, especialmente na China, onde serve de alimento para cabras. Acredita-se que uma substância presente nesta planta atuaria na disfunção eréctil, tal como o Viagra, mas sem os efeitos colaterais negativos. Para além disso, contém o flavonol “icarin”, uma substância que aumenta os níveis de testosterona em estudos realizados em animais. De acordo com os investigadores da Universidade de Nanjing, este mesmo icarin, previne a subida do cortisol em condições de stress.

Vários estudos demonstraram que a erva de bode melhora a resistência em animais de laboratório, e reduz a produção do cortisol provocada pelo exercício. Os investigadores pretendiam saber se o icarin poderia também reduzir os níveis de cortisol durante a exposição ao stress crónico. Decidiram então, expor ratos a stress crónico, mas não extremo, durante uma semana.

Metade dos ratos receberam diariamente um placebo e a outra metade recebeu uma pequena quantidade de icarin. A administração começou 5 semanas antes do inicio da aplicação do stress.

A figura abaixo demostra que o icarin suprime a produção da hormona do stress, a CRF (corticotrophin-releasing factor) é produzida pelo hipotálamo e estimula a produção de da ACTH pela glândula pituitária no cérebro. O ATCH por sua vez, estimula as glândulas adrenais para produzirem mais cortisol.

O icarin reduziu realmente a produção de cortisol – bem como a produção de proteínas do stress como a interleucina-6 e a TNF-alpha.

Tabela 1,2,3 e 4

Um nível elevado de cortisol provocado pelo stress crónico, pode levar á depressão bem como a outros problemas sérios de saúde, e os chineses acreditam que a erva de bode pode proteger contra isso.

Se estiverem certos, a erva de bode pode ser de interesse para os atletas que tenham uma vida stressante: o stress da vida diária, aumenta as probabilidades de lesões ou doenças e reduz a eficiência do treino.

Referência!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Deixe um comentário

Siga-nos por Email
RSS
Instagram