A creatina interfere na perda de gordura?

No passado alguns autores publicaram artigos que afirmavam que a toma de creatina durante as dietas para perda de peso pode dificultar ou tornar mais lenta a perda de gordura. Mas será verdade?

Antes de começar a entrar em pânico, deixe-me dizer-lhe o seguinte:

Existem estudos que sugerem que a suplementação com creatina faz exatamente o oposto. Que pode por exemplo, em combinação com um protocolo de exercício intenso, diminuir os seus níveis de gordura corporal (1, 2).

Se pesquisar ainda mais, irá verificar que a maioria dos estudos não encontraram mudanças no rácio de gordura para percentagem de massa corporal total (3, 4, 5).

Se não fossem os resultados de um estudo realizado em 2002 por Huso (6), eu seria capaz de dizer-lhe para simplesmente esquecer a ideia de que a creatina tem algum efeito nos níveis de gordura corporal.

Hugo et al. investigou a influência da suplementação com creatina (20 gramas por dia durante 4 dias, depois 2 gramas por dia durante 17 dias) na utilização de substratos em repouso usando um esquema duplo-cego.

Para isso, os investigadores recrutaram 10 homens ativos que participaram num protocolo de treino de 12 semanas em que realizaram treinos de musculação de corpo inteiro 3 vezes por semana, com 3 séries de 10 repetições.

Como é que a creatina pode inibir a perda de gordura?

Os investigadores afirmaram:

A ausência de perda de gordura nas pessoas que tomam creatina pode ocorrer devido à creatina induzir aumentos / diminuições do rácio de trocas respiratórias (RER = o rácio de carboidratos para gordura que são oxidados durante um treino)

As mudanças na oxidação de substrato podem influenciar a inibição da perda de gordura associada à creatina após o treino com pesos.

No entanto, o que você tem que saber e manter em mente é que a ingestão dietética não foi controlada durante o estudo. E se o aumento da oxidação de glucose simplesmente tiver feito com que os voluntários tivessem mais fome?

Num cenário de restrição calórica, os resultados poderiam ter sido portanto muito diferentes. Por isso, de uma forma geral é pouco provável que a creatina vá arruinar os seus esforços dietéticos.

Para além disso, existem algumas provas, alegadamente não muito conclusivas, de que a adição de uma quantidade razoável de creatina à sua dieta irá na verdade irá ajudá-lo a manter mais massa muscular.

Nutricionista (CP: 4100N) no Moreirense Futebol Clube. É licenciado em nutrição pela FCNAUP, e é também doutorando em Ciências do Consumo Alimentar e Nutrição, na mesma faculdade.