A atividade do sistema nervoso pode prever a perda de peso bem sucedida

Um estudo recente com voluntários obesos que participaram num programa dietético de perda de peso com a duração de 12 semanas, descobriram que os indivíduos que perderam peso com sucesso foram os que tiveram a atividade nervosa em descanso significativamente mais elevada em comparação com os indivíduos resistentes à perda de peso.

O estudo foi aceite para publicação no “The Endocrine Society’s Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism (JCEM)”.

O sistema nervoso simpático encontra-se amplamente distribuído por todo o corpo e regula de forma inconsciente muitas funções fisiológicas, incluindo o controlo da taxa metabólica em repouso e a dissipação de calorias após a ingestão de alimentos. O presente estudo examinou a relação entre a actividade do sistema nervoso simpático e os resultados de perda de peso num grupo de indivíduos obesos num programa de intervenção dietética de baixo teor calórico.

Nora Straznicky, PhD, do Baker IDI Heart & Diabetes Institute, em Melbourne, Austrália e principal autora do estudo, afirmou:

“Nós demonstramos pela primeira vez que a atividade nervosa simpática muscular em descanso (ANSM) é um previsor independente significativo em termos de resultados de perda de peso numa grupo de indivíduos com excesso de peso ou obesos.

Os nossos resultados fornecem duas oportunidades. Em primeiro lugar, podemos ser capazes de identificar as pessoas que mais beneficiariam de intervenções de estilo de vida para perda de peso como fazer dieta. Em segundo lugar, as descobertas também podem ajudar no desenvolvimento de tratamentos para a perda de peso através do estímulo dessa actividade nervosa específica.”

Neste estudo, os investigadores examinaram 42 indivíduos com excesso de peso ou obesos que participaram em experiências de intervenção de dieta/estilo de vida, que reduziram a ingestão calórica diária em 30 por cento durante 12 semanas.

A MSNA foi medida por microneurografia, um processo que envolve a inserção de microeletrodos de metal em fascículos do nervo (um feixe de fibras nervosas). Os investigadores descobriram que a perda de peso foi prevista de forma independentemente pelos valores em descanso de MSNA.

Straznicky afirmou:

“Também descobrimos que os voluntários que perderam peso de forma bem sucedida demonstraram um grande aumento na actividade do nervo após uma refeição de teste de carboidratos, enquanto as respostas foram completamente ineficientes nos indivíduos resistentes à perda de peso resistente.

As nossas descobertas sugerem uma contribuição significativa da actividade do sistema nervoso subconsciente para o sucesso da perda de peso na dieta.”

O artigo, “Baseline sympathetic nervous system activity predicts dietary weight loss in obese metabolic syndrome subjects“, apareceu na edição de fevereiro de 2012 do JCEM.

Referência!

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.