25 dicas de Jay Cutler para um físico incrível

Aqui tem 25 dicas do quatro vezes Mr. Olympia Jay Cutler para o transformar num culturista melhor.

  1. Formule um plano: Quando Jay Cutler tinha 22 anos e vivia em Massachusetts, Cutler viajou para a California para participar numa competição local. O seu plano para ganhar visibilidade funcionou. Venceu a competição NPC Torunament of Champios de em 1995 e, meses antes ele tinha recebido um procard na sua primeira tentativa no NPC Nationals de 1996. Nesse ano ele saiu na capa da Muscle&Fitness e ao longo dos 17 anos seguintes, Cutler preparou tudo cuidadosamente: negócios, treinos, alimentação e competições.
  1. Aumente o volume: “Sempre fui um culturista de volume”. Em 2003 Cutler chegou a realizar 10 exercícios de costas para 43 séries ao longo de dois treinos no mesmo dia! Existe um medo prevalente (muitas vezes irracional) de sofrer de excesso de treino, que leva muitos culturistas a perder de vista os benefícios de crescimento muscular induzidos pelo aumento do número de séries por treino.
  1. Abrace a mudança: “Eu não estou a fazer nada da mesma forma que fazia antes. Mudei tudo.” Em preparação para a competição Arnold Classic 2004, Jay tinha realmente mudado tudo. O maior defensor do volume de treino deste desporto tinha realmente reduzido o seu volume de treino e concebeu uma preparação de pré-competição que o mantinha acordado durante a maior parte da noite e a fazer três sestas durante o dia. Antes do ano ter terminado, ele regressou a algo mais próximo do seu regime atual, mas a sua aventura de 22004 ilustra bem a sua vontade de experimentar. Ele nunca adotou uma regra que não estivesse disposto a quebrar.
  1. Mova-se rápido: Um dos componentes de treino que Cutler raramente muda é a velocidade. Ao longo da sua carreira, ele raramente descansou durante mais do que um minuto entre séries e, geralmente, os seus períodos de descanso entre séries andam à volta dos 40 segundos. Mais uma vez, esta é uma regra que ele ode quebrar e nos últimos anos ele aumentou o período de descanso.
  1. Prefira os alimentos orgânicos: Em meados da última década, Cutler começou a comprar vários alimentos orgânicos, tais como peito de frango, ovos e bife. Ele sente que o consumo de alimentos livres de químicos proporcionou uma diferença subtil no seu físico no palco e que poderá beneficiar significativamente a sua saúde a longo prazo.
  1. dicas Jay cutlerUse a ajuda necessária: Houve momentos da sua carreira em que treinou sozinho, mas de uma forma geral, Cutler costuma ter vários ajudantes. Durante a preparação para os três últimos Mr. Olympia (2009-2011), treinou com 2 ou três companheiros (também descansou mais entre séries).
  1. Duplicando as costas: Jay possui uma das maiores expansões dorsais que já se viu. Em 2005 essa pose igualou (ou até superou) a de Ronnie Coleman. Ambos treinavam as costas duas vezes por semana. Numa sessão ele concentrava-se na amplitude (puxadas e tração na barra fixa); outra na densidade (remadas e levantamento-terra).
  1. Potenciar a recuperação: A massagem profunda é básica para recuperar-se. Pelo menos uma vez por semana, recebe sessões de massagem prolongadas que por vezes o deixam moído e desgastado. Ele sente que essa manipulação potencia a sua recuperação e a sua flexibilidade e portanto, ajuda no seu desenvolvimento.
  1. Construa-se com o básico: Depois de ter ficado em segundo lugar no Olympia de 2001, parecia inevitável que Jay Cutler iria em breve ganhar um sandow. Ele preparou-se para o Olympia de 2002, quando Ronnie tinha menos tamanho, mas… nada. Depois veio 2003 e Coleman surpreendeu o mundo apresentando-se com um peso de 132 kg. Cutler ficou em segundo, mas a distância para o primeiro lugar parecia ter ficado mais distante. Então, Jay, que tinha vindo a treinar com polias e máquinas para refinar um físico que lhe parecia suficiente, regressou ao básico. Sabia que precisava de aumentar de tamanho para competir de igual para igual com Ronnie. Usou o levantamento-terra, diversos tipos de remada, supino e outros exercícios básicos; mantem-se com eles até agora.
  1. Realize séries unilaterais: Tal como acontece com todos os culturistas, as metades esquerda e direita de Jay não são simétricas. A sua parte esquerda é claramente superior à direita. Ele conseguiu reduzir essa diferença incluindo exercícios unilaterais em todos os treinos de pernas e de braços, reduzindo assim os seus pontos fracos ao mesmo tempo que aumenta também os seus pontos fortes.
  1. Treine também as partes pequenas: Ao contrário da maioria dos culturistas profissionais, Jay também trabalha os seus antebraços e os abdominais, mesmo durante o período de volume. Da mesma forma, apesar dele possuir um dos melhores pares de panturrilhas do mundo, ele treina-as como a mesma intensidade que as suas restantes partes corporais.
  1. Come, come e come mais um pouco: Quando Cutler era um culturistas adolescente que vivia na zona rural de Massachusetts, ele costumava ingerir grandes quantidades de carne. Chegou a pesar 125 kg aos 19 anos em virtude dos seus treinos pesados e de comer como um animal. Ele sugere que se façam seis ou mais refeições ricas em proteína por dia porque é uma parte necessária do seu plano de crescimento.
  1. Mantenha-se persistente: Durante cinco anos, Cutler foi o aparente herdeiro do Olympia. Ficou em segundo lugar quatro vezes em cada Mr. Olympia em que se apresentou. Entretanto, o três vezes campeão do Arnold CLassic manteve-se concentrado no seu objetivo definitivo e as derrotas serviram como alimento para seguir em frente até que venceu Ronnie Coleman em 2006.
  1. Não conte as repetições: Sabe que devem estar entre 10 e 12 mas nunca tem a certeza do número exato, Ao longo de cada série, ele concentra-se apenas nos músculos que estão a trabalhar porque acredita que contar repetições é meramente uma distração.
  1. Leve o seu aquecimento a sério: Jay refere-se a estas séries mais leves como “séries de sentir”, e não de “aquecimento”. Isto porque ele tenta concentrar-se em sentir o peso, aplicando no exercício toda a técnica necessária e controlando os músculos para determinar a intensidade com que deverá realizar as séries de trabalho que se seguem.Jay cutler
  1. Escute os sinais: 22 anos após a sua primeira competição, aos 38 anos, Cutler sofreu a sua primeira lesão grave ao rasgar o bícípete. Uma das chaves para o sucesso no culturismo é evitar lesões e Cutler foi capaz de fazer isso nos últimos anos evitando realizar séries com menos de 10 repetições e utilizando “séries de sentir” para explorar ao máximo as capacidades dos seus músculos em cada treino. E também trabalhando ao redor de pequenas lesões e dores.
  1. Suplemente-se de forma estratégica: Os suplementos de proteína whey proporcionam-lhe um aumento da sua ingestão diária de proteína. A creatina e os BCAAs proporcionam-lhe mais energia para os treinos. As vitaminas e minerais asseguram que Cutler dispõe de todos os micronutrientes necessários para se recuperar. Ao longo da sua carreira, ele manteve-se sempre a par das últimas novidades da nutrição desportiva.
  1. Mantenha-se sobretudo nas 8-12 repetições: Até 2004, a maioria das suas séries oscilavam entre 8-10 repetições e durante os seus anos de adolescência realizava ainda menos. Mas ao longo dos últimos oito anos, ele raramente se afastou das 10-12 repetições para a maioria das partes corporais e realiza 12-15 repetições para os braços e panturrilhas.
  1. Aprende com os teus rivais: Depois de ter perdido o Olympia de 2003 para Coleman, ele começou a adoptar algumas das coisas dos treinos do seu rival – especialmente os básicos com pesos livres. Da mesma forma, quando Phil Heath estava a proximar-se a ele e perdeu o título do Mr. Olympia para Dexter Jackson em 2008, ele contratou Hany Rambod, o treinador/nutricionista de Heath e passou a seguir o sistema de treino FST-7. Por vezes, para ser o melhor você tem que ser o melhor no seu próprio jogo.Jay cutler treina
  1. Analise tudo: Cutler venceu na sua categoria no NPC Teenage Nationals de 1993, mas perdeu no absoluto contra Branch Warren. A partir daí, ele manteve um diário de treino tão detalhado que não só anotava todas as repetições e todas as calorias, como até a frequência com que ia à casa de banho! Deixo de fazê-lo depois de ter passado a profissional, mas continuou a analisar cuidadosamente os seus treinos e refeições.
  1. Evite grande choques: Não questione Jay sobre histórias de treino assustadoras. Ele não se recorda de ter feito 30 séries contínuas de agachamento ou circuitos de séries gigantes que o tenham deixado completamente esgotado. Ele nunca realizou superséries para os bíceps e tríceps até não conseguir coçar a própria cabeça.. Ele mantem-se fiel ao seu programa de treino e esse programa nunca incluiu treinos de choque do inferno.
  1. Trabalhe os ângulos: Cutler aprendeu que ao colocar os pés em diferentes posições trabalhava diversas partes das pernas, os tipos de pega mais eficientes para atingir determinadas seções da sua parte superior e quais exercícios são mais eficientes para o seu físico em particular. Ele utiliza esse conhecimento para atingir cada parte corporal a partir de uma variedade de ângulos, com uma ênfase particular no que ele deseja acentuar.
  1. Mantenha-se definido: Onde estão as fotos de um Jay Cutler gordo? Nunca irá encontrar nenhuma. Durante toda a sua carreira profissional, ele manteve-se sempre muito próximo da sua forma de competição. A gordura é má para o negócio. O cardio ao longo do ano manteve-o afastado do aumento dos kgs errados de peso, e isso, por sua vez, permitiu-lhe monitorizar os seus progressos e obter a densidade e definição que o caracterizam.
  1. Improvise o seu treino: Jay segue uma linha concreta de treino, mas nunca de forma estrita. Em vez disso, ele analisa a forma como os seus músculos estão a responder e seleciona as suas ferramentas de acordo com isso. Muitas vezes, ele para a meio do treino para que ele e os seus parceiros de treino possam rever o número de exercícios que já fez e o que deve fazer a seguir. Cada treino é um trabalho em progresso.
  1. Divirta-se: Jay não se concentra psicologicamente antes das séries. Ele não caminha nem grita no ginásio. Em vez disso, entre as séries, ele está frequentemente a sorrir e a brincar com os parceiros. Jay Cutler leva o culturismo muito a sério – em termos competitivos, como estilo de vida e como negócio – mas ele também se diverte. Ele nunca se esquece da sorte que tem em poder viver de algo que ele gosta tanto.

Prática de musculação baseada em evidência científica. Siga-nos através das redes sociais.

Deixe um comentário

Siga-nos por Email
RSS
Instagram