Um duro despertar para a realidade!

Um duro despertar para a realidade!Uma das coisas mais difíceis para os atletas envolvidos neste desporto é quando chegam a certo ponto no caminho da realidade.

Nós fomos programados pela sociedade para acreditar que o trabalho duro irá permitir-lhe conseguir:

  • Trabalho duro na escola e estudos = boas notas
  • Trabalhar duro no emprego = bom emprego/salário elevado
  • Trabalho/treinos duros nos desportos = normalmente significa que vai ficar muito bom nisso.

Uma grande parte dos culturistas são trabalhadores extremamente dedicados. Ainda assim, muitos deles vivem num mundo de sonho em que se eles não conseguirem atingir o que aquele outro tipo conseguiu…….

É principalmente pelos seguintes factores:

  1. Não estou a treinar da forma correta (isto normalmente leva muitos anos de andar para trás e para a frente)
  2. A minha dieta está errada, não estou a comer da forma correcta.
  3. Quando muitos indivíduos sentem que a sua dieta e treino estão no ponto, se eles próprios são naturais, tornam-se frustrados e começam a deitar as culpas ás drogas que os outros estão a tomar… ou aquele tipo que usa tantos anabolizantes e GH que é simplesmente inacreditável, mesmo que eles próprios também estejam a tomar as mesmas substâncias (isto aqui normalmente é a fase de pré-consciencialização)
  4. Mais tarde, ao longo do tempo, esse indivíduo deixa-se seduzir por doses mais elevadas e insulina, gh, etc. E num período de tempo curto, antes de colocar a sua saúde em risco, rapidamente se dá conta de que… “oh pá, não era esta coisa… simplesmente não tenho isso…. Simplesmente não tenho uma genética incrível como a que os outros atletas têm… a diferença não estava em mais 750 mg de insulina ou GH… eles apenas possuíam uma genética mais adequada que a minha”.

E isso por si só, é uma das coisas mais difíceis de aceitar. Ninguém gosta de pensar em si mesmo com sendo alguém inferior a outras pessoas, mas no culturismo isso é um facto… você não pode transformar o Woody Allen num Michael Clarke Duncan. Muitas pessoas irão andar anos e anos (e talvez nunca se dêem conta da realidade) a pensar que existe algo mágico que não estão a fazer, a razão pela qual se recusam a ver o grande plano da realidade, tem muito a ver com o ego.

Acha realmente que foi fácil digamos, para Skip (um competidor de culturismo) afirmar que quando chegou ao JR National (uma competição dos EUA), o quanto se deu conta de como a estrutura e a genética eram reis? Eu recordo-me de quando a realidade me atingiu.

Eu treinava de forma tão intensa, ingeria 6-7 refeições por dia, levava uma vida espartana consistente com tudo o que deve ser feito em relação ao culturismo durante mais de uma década e ali estava eu a 1.82 de altura “parado ao lado de Paul Dillet a 1.82 cms no auditório dos “LA Championships”, e ele estava numa realidade diferente da minha… no mínimo, 10 níveis acima, e não havia nada, nenhum programa de treino mágico, nenhuma dieta mágica, nenhum tipo de abuso absurdo de mim mesmo… que me pudesse permitir algum dia atingir o seu nível… para mim, foi um abrir de olhos para a realidade muito duro.

A minha estrutura genética para o culturismo, empalidecia em comparação com a dele… e isso não podia ser modificado, era a genética que era.

Por vezes a realidade magoa os seus sentimentos e o seu ego. Não há nada pior que saber que você treina com mais peso, mais dureza e com mais intensidade do que aquele tipo ali que é capaz de desenvolver braços de 50 cms com treinos de treta a meio gás e você que dá o seu melhor, ainda não conseguiu chegar aos 45 cms.

O problema para muitas pessoas, é que o culturismo suporta os seus egos como pessoa… um atleta de sprint pode trinar ao máximo e não conseguir atingir a velocidade de Usain Bolt… no entanto ele consegue viver com  “Eu dei o meu melhor”….

Um jogador de basquetebol que joga todos os dias para a melhorar as suas capacidades desde os 6 anos até aos 26, a sua capacidade de salto, a sua pontaria… falha em atingir as capacidades de Michael Jordan e ele consegue viver com “Bem, tornei-me no melhor jogador de basquetebol que pude”

Você dizer a um culturista que ele simplesmente não tem o que é necessário? Que ele nunca irá atingir um nível próximo do de Jay Cutler ou Ronnie Coleman? Que ele não vai receber a certidão de profissional em breve? Que a sua genética não lhe irá permitir cumprir os seus sonhos?

Prepare-se para enfrentar um indivíduo muito zangado, porque acabou de destruir aquilo em que o seu ego se baseava.

Que culturista faria realmente apenas 250 mg por semana de testosterona (que é praticamente uma dose de HRT) e pensar que isso é o que toda a gente faz? Se alguém for suficientemente bom, saberá isso em muito pouco tempo, independentemente do que faça e eu duvido muito que a diferença entre o seu sucesso ou fracasso esteja na diferença entre a dosagem de 1000 mg por semana ou 250 mg por semana de testosterona

A diferença é esta…. Eu treinei muitas pessoas até hoje… muitas…. Eu tive clientes que me disseram que tinham abusado e chegado a níveis extremos de uso de ergogénicos que me chocaram, e esses tipos não conseguem vencer sequer uma competição local.

Conheço atletas de categoria baixa/média que utilizam 3 gramas de testosterona juntamente com GH, péptidos, e grandes quantidades de outros esteróides, que são ultrapassados em 70 libras por profissionais que utilizam apenas 300-400 mg de test, gh e medicamentos para a fertilidade no offseason ( porque estão a tentar engravidar a esposa) ….. este desporto é governado pela genética.

Quer ver o utilizador mais abusivo de esteróides e hormona de crescimento do país? Vá a qualquer grande competição e olhe para… a audiência, não para o palco… os atletas do palco possuem a genética para atingir aquele nível… mas haverá membros na audiência tão vermelhos, tão cheios, com um aspecto tão desconfortável, a respirar e a suar de forma intensa mesmo estando apenas a observar a competição… que estão a abusar de si mesmos porque estão a perseguir um sonho, quando não possuem sequer o físico para vencerem o 3º lugar de uma competição local.

Eu poderia-vos dar alguns nomes de pessoas que fui conhecendo nos últimos 20 anos que abusaram de testosterona em quantidades chocantes, mas poderia ler o nome da maioria deles não saber quem raio são essas pessoas.

(isto tem de lhe dizer alguma coisa) …. (que eles não chegaram a lado nenhum neste desporto)

Não acha que se fosse tão fácil como todo a gente encher-se de grandes quantidades de mgs de test e obter um cartão de profissional, que iria ver muitos tipos dos fóruns de musculação a fazerem exactamente isso? Esses tipos querem isso tanto… tanto mesmo.

E não vamos enganar ninguém… Muitos deles já usaram quantidades assustadoras de test ( mas não diriam nada a ninguém, porque é embaraçoso utilizar quantidades tão elevadas e não chegar a lado nenhum).

Fonte: Traduzido e adaptado a partir de um post de “Dante Trudel”.

 

Escreva um comentário