Os atletas de musculação obtêm mais rendimento com citrulina malato

Os atletas de musculação obtêm mais rendimento com citrulina malatoTome 8 gramas de citrulina malato antes do treino de musculação e irá conseguir realizar mais repetições por série. Quantas mais séries realizar, maior será o efeito.

Esta foi a descoberta de cientistas da Universidade de Córdoba, Espanha, quando realizaram experiências com culturistas.

A citrulina malato era um suplemento popular entre os ciclistas dos anos 70 e 80. E pelo que dizem, o suplemento realmente funcionava. O que não é surpreendente se virem o que afirmam os textos de fisiologia.

A citrulina uma vez ingerida converte-se lentamente em arginina, um aminoácido que é libertado à medida que a proteína é destruída. Um dos seus subprodutos é o amoníaco. As grandes quantidades de amoníaco no sangue aumentam o nível de fadiga e impedem  a transformação da glucose em energia. Se ingerir citrulina ou arginina, o organismo remove o amoníaco do sangue com mais facilidade.

O ácido málico, (um ácido orgânico, pertencente ao grupo dos ácidos carboxílicos, encontrado naturalmente em frutas como a maçã e a pêra). É libertado durante o ciclo do acido cítrico. Impede as células musculares de produzir ácido láctico e estimula a produção de piruvato, que fornece energia.

Tanto a arginina com o ácido málico, fazem com que seja possível que as células musculares produzam energia aeróbica por mais tempo, e atrasam o momento em que as esforçadas células musculares recorrem ao seu ATP.

Em teoria. Existe pouca pesquisa que realmente confirme isto. È por isso que os espanhóis conduziram uma experiência. Colocaram culturistas voluntários a realizar um treino de peito com 16 séries numa secção de treino, numa ocasião, só tomarem um placebo [PLAC], e noutra, treinaram uma hora após ingerirem 8 gramas de citrulina malato [CM].

Os voluntários começaram o treino com 4 séries de supino a 80% de 1 repetição máxima [S1 – S4]. Depois, realizaram 4 séries de supino inclinado [S5 – S8], seguido de 4 séries de aberturas [S9 – S12] e finalmente, 4 séries de supino [S’1 – S’4]. Todas as séries foram realizadas até á falha: Os culturistas realizaram o máximo de repetições por série que podiam. Isso é um exagero, a menos que esteja a utilizar anabolizantes, mas garante a exaustão muscular.

À medida que o treino progredia, o efeito do suplemento tornou-se mais evidente. OS culturistas que ingeriram citrulina malato, realizaram mais repetições. A figura abaixo mostra o número de repetições que os culturistas conseguiram realizar durante a série S3. E a figura abaixo dessa mostra que as repetições que realizaram durante a série S’4.Ou seja na última série da secção de treino.

Tabela 1

Tabela 2

Na série S1, 8 dos 41 culturistas conseguiram realizar mais repetições após a ingestão da citrulina malato. Para 30 atletas, o suplemento não fez qualquer diferença, e 3 tiveram resultados piores. Na série S’4, a ultima série do treino de peitoral, todos os culturistas que haviam ingerido a citrulina malato, realizaram mais repetições.

A tabela abaixo mostra a percentagem do aumento do número de reps, como resultado da administração da citrulina malato.

Tabela 3

Além disso, irá reparar que a citrulina malato também reduz a dor pós treino. Isto parece indicar que a citrulina malato reduz a dor pós treino provocada pelo treino.

Isto é importante: em teoria, a citrulina malato poderia aumentar a dor muscular por que estimula a conversão de proteína em glucose nas células musculares. Mas aparentemente, isto não acontece.

A citrulina malato tem alguns efeitos secundários leves. 15% dos atletas queixaram-se de dores estomacais.

Referencia!

 

Escreva um comentário