O efeito de 150 mg de resveratrol por dia

O efeito de 150 mg de resveratrol por diaMuitos suplementos funcionam bem em roedores, mas são decepcionantes quando administrados aos seres humanos. O resveratrol não é um desses suplementos.

Cientistas da Universidade de Maastricht, na Holanda administraram o resveratrol a 11 homens com excesso de peso, e descobriram que o resveratrol tem quase os mesmos efeitos observados em experiências com animais – os efeitos eram apenas um pouco mais modestos.

Estudos realizados em organismos simples mostram que o resveratrol prolonga a vida. Administre-o a ratos e sua capacidade de resistência aumenta porque queimam gordura de forma mais eficiente. Estudos realizados em animais também mostraram que o resveratrol tem um efeito de emagrecimento, e torna os ratos obesos mais saudáveis.

O efeito do resveratrol funciona através da enzima AMPK . A AMPK é activada quando as células têm menos energia disponível e a quantidade de AMP aumenta nas células. [AMPK representa a quinase AMP-activada]. A AMPK permite que as células absorvam mais glicose a partir do sangue, para queimar mais ácidos gordos e impedir que os nutrientes sejam convertidos em glicose. A AMPK também activa processos de reparação de forma indirecta. Muitos dos efeitos positivos para a saúde proporcionados pela prática de exercício físico advêm do efeito do AMPK.

Os investigadores holandeses administraram aos seus voluntários do teste 150 mg de resveratrol por dia durante 30 dias. Eles usaram resVida, produzida pela DSM.

Por razões óbvias, a DSM não financiou a investigação. Os estudos realizados em animais já originaram tanta exposição positiva nos mass média para o resveratrol que, um estudo humano – e este é o primeiro – tem pouco a acrescentar.

Embora todos os efeitos que os investigadores observaram tenham sido subtis, eles apontam na mesma direcção: os efeitos do resveratrol assemelham-se fortemente àqueles provocados pelo exercício físico ou perda de peso.

As figuras abaixo mostram que o resveratrol activa a AMPK [pAMPK], e a via AMPK também activa a SIRT1, uma enzima que inicia processos de reparação nas células.

Nas células musculares dos homens, houve um aumento na actividade das enzimas que estão envolvidas na queima de ácidos gordos, como o citrato sintase.

Os músculos e células do fígado armazenam mais gordura, provavelmente sob a forma de uma “reserva de trabalho”, porque as células tinham começado a queimar mais gordura.

O resveratrol reduziu as concentrações sanguíneas da proteína inflamatória TNF-alfa, da insulina e da glicose.

Tabela 1

Tabela 2

Tabela 3

Tabela 4 e 5

O gasto de energia decaiu, assim como a oxidação das gorduras. Isso ocorreu durante os períodos de descanso, por exemplo, quando os indivíduos estavam a dormir. O resveratrol provavelmente torna o metabolismo mais eficiente da mesma forma que os desportos de resistência também tornam o metabolismo dos atletas mais eficientes.

Na dose utilizada na experiência e sem exercício físico, o resveratrol não funciona como um suplemento de emagrecimento. Mas o estudo faz-nos questionar o efeito que o resveratrol teria se fosse combinado com exercício físico ou substâncias como a EGCG, a capsaicina ou a cafeína.

Referência!

 
2 Comentários

Escreva um comentário