Efeito anti-envelhecimento e potenciador de testosterona da geleia real

Efeito anti-envelhecimento e potenciador de testosterona da geleia realJá escrevemos recentemente sobre o efeito de aumento da testosterona derivado da suplementação com geleia real em coelhos e ratos. Pesquisadores da empresa japonesa Hayashibara descobriram que a geleia real tem o mesmo efeito em hamsters dourados – e também descobriram algo que se parece com um mecanismo.

Os efeitos androgénicos da geleia real não são uma novidade científica.  Em 1962, pesquisadores japoneses descobriram que quando injectaram um extracto da geleia real em ratos,  estes começaram a produzir mais esperma. Em 1988, outros pesquisadores japoneses repetiram essas experiências e observaram que, como resultado das injecções “o peso dos testículos, epidídimos, vesículas seminais e da próstata de ratos do sexo masculino aumentou“.

Em 2004, pesquisadores da Hayashibara pretendiam verificar se a geleia real tinha o mesmo efeito quando administrada por via oral. Por isso, administraram geleia real a hamsters dourados com 32 semanas de idade, misturada na sua alimentação, durante 12 semanas.

Um quilo de ração para um grupo continha 50 mg de geleia real, outro grupo recebeu 10 vezes essa quantidade. Um grupo de controlo recebeu ração sem aditivos. A tabela abaixo mostra que os hamsters dourados ingeriram 2,3 e 24,2 mg de geleia real por quilo de peso vivo em cada dia. Isso não é muito.

Tabela 1

A concentração de testosterona livre nos testículos dos animais de laboratório “quase duplicou, como resultado da suplementação.

Tabela 2

Tabela 3

Os investigadores encontraram menos hidroperóxido lipídico [LPO] no sangue dos animais. O LPO é libertado como resultado da actividade dos radicais livres. É um marcador duplo de processos de envelhecimento: quanto maior a percentagem de LPOc presente no sangue de um organismo, mais rápido o organismo envelhece, e quanto mais envelhecido estiver, maiores serão os seus níveis.

Os investigadores acreditam que a suplementação com geleia real não só aumentou o nível de testosterona dos seus hamsters dourados, como também impediu o declínio dos níveis de testosterona, como resultado do processo de envelhecimento. Os animais já tinham uma idade em que a própria produção corporal de testosterona começa a declinar.

Na sua conclusão, os japoneses escreveram:

A constatação de que a ingestão diária de longo prazo da geleia real inibiu a formação de LPO sugere que a geleia real pode proteger órgãos de danos celulares induzidos por radicais livres.

Estes resultados levam-nos a especular que a geleia real pode ter a função de diminuir a quantidade de radicais livres, e também a função de hormona gonadotrófica, inibindo desta forma, o declínio da função testicular masculina.

Referência!

 
Um comentário

Escreva um comentário