Como optimizar o funcionamento do seu fígado

Como optimizar o funcionamento do seu fígadoNão sou apenas um culturista, também sou um obcecado pela saúde, e por essa razão, desenvolvi esforços consideráveis ​​para manter o fígado saudável.

Qualquer um de vocês provavelmente já saberá que o fígado é essencial para filtrar as milhares de toxinas que ingerimos diariamente, mas há uma outra razão, menos popular pela qual eu faço do meu fígado uma prioridade: um fígado saudável queima mais gordura corporal.

O fígado é um dos principais órgãos de queima de gordura no corpo, e é muitas vezes referido como um órgão “bombeador de gordura”. O que isto significa é que o fígado pode transportar a gordura para o intestino delgado através da bílis, onde ele é levado para fora do corpo através da acção intestinal.

Mas se for forçado a limpar constantemente limpar as toxinas e outros tipos de lixo que você lhe atire, ele tem mais dificuldade em realizar a parte da metabolização da gordura do seu trabalho.

Portanto, faz sentido, tanto de uma perspectiva de saúde como de uma perspectiva e composição corporal, manter o funcionamento do fígado a 100% de eficiência. Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo nessa busca.

Fase 1 – Desintoxicação e citocromo P-450

Uma das funções do fígado na desintoxicação envolve um processo de duas etapas enzimáticas para a neutralização de compostos químicos indesejados chamados de fase 1 e fase 2 de desintoxicação.

A fase I do sistema de desintoxicação, muitas vezes referido como fase de “embalamento do lixo”, inicia-se com o citocromo P450, uma família de enzimas que catalisam a oxidação (degradação) de material orgânico (gases, líquidos ou sólidos que contém carbono). Estas enzimas encontram-se principalmente no fígado, mas também podem ser encontradas em certa quantidade nas glândulas supra-renais e testículos.

Na Fase 1, as enzimas do citocromo tentam neutralizar as toxinas para prepará-los para excreção por meio da Fase 2. Em alguns casos, as toxinas são neutralizados e convertidos a partir de solúvel em gordura para solúvel em água e depois excretadas pelos rins. As toxinas que foram apenas neutralizados e não excretadas na Fase 1 passarão para a fase 2.

Nota: Um importante efeito colateral da Fase I de desintoxicação é a produção de radicais livres, que ocorre, basicamente, a um rácio de um para um. Por outras palavras, para cada molécula de toxina metabolizada pela Fase I, é gerada uma molécula de radicais livres.

Sem  a utilização adequada de defesas de radicais livres, cada vez que o fígado neutraliza uma toxina é sujeito a danos causados ​​pelos radicais livres produzidos. Os antioxidantes ajudam a controlar isso, por isso, certifique-se de incorporar nutrientes como o ácido lipóico, vitamina A e E através de óleo de palma, e selénio através da castanha do pará, só para citar alguns.

Fase 2 – Desintoxicação

A fase 2 é quando o lixo é levado para fora. Nesta fase, as enzimas do citocromo degradam as toxinas de uma forma solúvel em gordura para uma forma solúvel em água, o que as torna mais fáceis de eliminar. É nesta fase que as células do fígado adicionam moléculas transportadoras como moléculas de enxofre para ajudar na eliminação. O “lixo” é, então, transportado para o exterior pela urina ou bílis.

Nota: Por esta razão, eu encorajo-vos a consumir fontes orgânicas de carnes gordurosas, leite, alimentos do mar, etc compostos solúveis em gordura atravessam facilmente as membranas biológicas e acumulam-se no tecido adiposo e células dos animais que nos fornecem alimentos. Ao consumi-los, acabam nas nossas células!

Então, como podemos ajudar a facilitar esse processo?

Beba sumo orgânico de mirtilo-vermelho

Não, eu não a falar do cocktail de mirtilo-vermelho como o “Ocean Spray”. Estes sumos estão muitas vezes carregados de xarope de milho rico em frutose, o que realmente danifica o fígado. Procure por sumo de mirtilo-vermelho orgânico sem adição de açúcar e 100% real.

Afirmar que o sumo real é azedo seria um eufemismo. Eu recebo o meu da Trader Joe’s, e quando eu me estou a sentir particularmente rico (uma ocasião rara) compro-o na Whole Foods. O frasco de 0,91l mostrado abaixo custa R$4 no Trader Joe’s.

Li pela primeira vez sobre o efeito auxiliar na dieta do sumo de mirtilo-vermelho, no livro de Ann Louise Gittleman, “The Fat Flush Plan”. Gittleman afirma que o sumo de mirtilo-vermelho  limpa o sistema linfático, o que pode ajudar a eliminar a gordura mais persistente.

Especificamente, ajuda a fornecer suporte nutricional através de fitonutrientes (antocianinas, catequinas, luteínas e quercetina) para os caminhos de desintoxicação fase 1 e 2 do citocromo P450 do fígado, discutidos anteriormente.

Gittleman afirma que o sumo de mirtilo-vermelho irá melhorar a celulite de forma notável, devido a este mecanismo. Agora devo admitir, eu estava céptico, mas experimentei isso com uma cliente do sexo feminino e para minha surpresa, o sumo diminui a celulite. Ela não desapareceu completamente, mas a melhoria foi muito visível em quatro semanas. Eu experimentei depois com algumas outras clientes do sexo feminino, e embora não fosse uma solução milagrosa, ele ajudava.

Como funciona? O sistema linfático é responsável por transportar as toxinas para fora das células e tecidos do corpo. Os fitonutrientes presentes no sumo de mirtilo-vermelho ajudam a manter abertas as vias de desintoxicação do fígado, de forma a que não fiquem entupidas pelos resíduos deixados pela série de poluentes ambientais, gorduras trans, açúcares, etc Por outras palavras, ele ajuda a “deitar o lixo para fora “.

A forma como sugiro que a maioria das pessoas experimente isto é arranjar um recipiente de 1 litro e diluir nele, 0,11l de sumo, juntamente com 0,8l de água. Beba isso uma vez por dia, tentando aumentar até duas vezes por dia á medida que se for habituando a isso.

Isso representa apenas 10-20 gramas de carboidratos extras por dia, e a água também é benéfica, já que o fígado é mais eficiente na queima de gordura quando está bem hidratado.

Beba sumo quente de limão

O sumo de limão, especificamente os fitoquímicos d-limoneno, age como um tónico para o fígado e auxilia na digestão, limpando as vias de desintoxicação e auxiliando o fígado a produzir mais bílis.

O D-limoneno é encontrado nos óleos essenciais de frutas cítricas e muitas outras espécies de plantas e tem sido demonstrado em estudos em animais que possuem propriedades anti-cancerígenas. A teoria é que os efeitos protectores do limoneno são devido a ser um forte indutor de ambas as fases 1 e 2 das enzimas de desintoxicação que neutralizam as substâncias cancerígenas.

O limoneno também promove a saúde do sistema GST (Glutationa S-transferase), no fígado e intestino delgado, diminuindo os efeitos negativos das substâncias cancerígenas. Outro facto interessante é que o d-limoneno é um solvente do colesterol, por isso tem sido usado em meios clínicos para dissolver cálculos biliares que contêm colesterol na vesícula biliar.

A melhor maneira de usar o sumo de limão parece ser no período da manhã, quando os nossos corpos estão numa fase de limpeza natural. Use o sumo de um limão num copo de água quente e o sumo de limão deve ser 100% real, ou seja, espremido fresco, e não “de concentrados.” O fato é que, consumir qualquer coisa que seja ácida faz com que o fígado e a vesícula biliar se livrem de toxinas, por isso o sumo de lima também pode funcionar.

Misture o sumo de meio limão com água morna. A água fria provoca vasoconstrição no estômago, resultando num menor fluxo de sangue para a área, enquanto a água quente provoca vasodilatação e ajudará a aumentar a taxa metabólica.

A vida média do D-limoneno é de 12-24 horas, por isso uma chávena de água quente de limão todos os dias deve ser o suficiente.

Como manter limpas as suas vias de desintoxicação do fígado

Agora que sabe algumas coisas que ajudam a auxiliar na desintoxicação do fígado, que tipo de coisas deve fazer para manter as suas vias de desintoxicação a funcionar sem problemas?

Evite o Trio Terrível: as gorduras trans, óleos vegetais comerciais ricos em ómega 6, e o açúcar. Basta minimizar o consumo de uma destas três categorias de “alimentos” e irá estar anos-luz à frente dos seus objectivos!

Coma ovos inteiros orgânicos: Os ovos inteiros estão carregados de aminoácidos á base de enxofre; cisteína, metionina e taurina. Estes ajudam o fígado a regular a produção da bílis. Ela também pode ajudar na Fase 2 do processo de desintoxicação já que os aminoácidos à base de enxofre actuam como moléculas transportadoras para retirar o lixo.

A gema do ovo também está carregada de fosfatidilcolina, um nutriente importante para a saúde do fígado em geral. Ajuda a prevenir o desenvolvimento de gordura no fígado, e ajuda a manter a função da vesícula biliar. A PC desempenha um papel muito importante no transporte de gorduras em toda a corrente sanguínea.

Coma couve! A couve “Kale” é o meu legume favorito absoluto, devido principalmente ao seu poder antioxidante. Também contém sulforafano, substância que ajuda a converter toxinas em resíduos tóxicos para eliminação.

Conclusão

Como culturistas, a nossa tendência é a de muitas vezes, concentrarmo-nos apenas em coisas como adicionar peso à barra e centímetros aos nossos braços. Mas se sua saúde interna não coincidir com a externa, esses peitorais bonitos e bíceps protuberantes não serão muito mais do que o revestimento do açúcar.

Ingira fruta e sumos frescos, vegetais, ovos, e evite o lixo alimentar que sabe que deve evitar. Quem disse que manter limpo o filtro principal do seu corpo tinha de ser complicado?

Autor: John Meadows 

 
2 Comentários

Escreva um comentário