Coca-Cola Zero e mais sete refrigerantes com substâncias proibidas no Brasil

Coca-Cola Zero e mais sete refrigerantes com substâncias proibidas no BrasilCoca-Cola Zero, Sukita Zero, Fanta Light, Dolly Guaraná, Dolly Guaraná Diet, Fanta Laranja, Sprite Zero e Sukita. Oito bebidas que contêm duas substâncias altamente nocivas ao ser humano.

A Coca-cola Zero contém ciclamato de sódio, um agente químico que provoca danos para a saúde internacionalmente reconhecidos. Quanto aos outros sete refrigerantes, estes contêm benzeno, uma substância potencialmente cancerígena.

Nos EUA, a Coca-cola Zero já é proibida pelo F.D.A. (Food and Drugs Administration). Contudo, o refrigerante ainda se encontra à venda em muitos países. O motivo é o baixo custo do ciclamato de sódio (7,90 euros por quilo) quando comparado ao aspartame (119,50 euros por quilo), substância presente na Coca-cola Light.

Ao contrário do que acontece em muitos países em desenvolvimento, que ainda usam o ciclamato de sódio, no Canadá, no Reino Unido e na maioria dos países europeus a Coca-cola Zero não contém essa substância. A luta insaciável pelos lucros da Coca-cola Company são mais fortes nos países pobres, onde os níveis de conhecimentos são mais baixos e a importância dada a este tipo de informações é menor.

Uma pesquisa realizada pela Pro Teste, Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, verificou a presença do benzeno em índices alarmantes na Sukita Zero (20 microgramas por litro) e na Fanta Light (7,5 microgramas).

O benzeno está presente no ambiente através do fumo do cigarro e dos carros. Utilizado como matéria-prima de produtos como detergente, borracha sintética e nylon, a substância é muitas vezes relacionada à leucemia e ao linfoma.

Fonte: correio da manhã

 
3 Comentários

Escreva um comentário