Porque é tão importante beber água?

águaÉ um facto que o nosso corpo é aproximadamente 60% de água. Ao longo do dia vamos perdendo água através da transpiração e da urina, pelo que é extremamente importante mantermo-nos hidratados, de forma a não comprometer o bom funcionamento do nosso organismo, uma vez que a água é um elemento essencial para que todas as reações que ocorrem no nosso corpo ocorram devidamente.

Mas o que me acontece se não beber água suficiente ao longo do dia? Que implicações poderá isso ter na minha saúde?

Em primeiro lugar, o baixo consumo de água afeta o nosso órgão mais importante: o cérebro.

Desta forma, a desidratação provoca diminuição das funções cognitivas, como concentração e capacidade de raciocínio, a memória a curto prazo, tempo de reação e reflexos. Para além disso, provoca dores de cabeça e afeta também a nossa disposição para a realização de tarefas: quanto maior for a desidratação, maior é o ‘mau humor’ e menor a motivação para a realização de tarefas, como por exemplo, o exercício físico.

Durante o exercício físico há grandes perdas de água através do suor, principalmente, e, como isto não é possível evitar, deve haver uma reposição de líquidos ao longo da atividade, de modo a não afetar o desempenho. Mantendo o corpo devidamente hidratado evitamos dores de cabeça, fadiga e mantemos um rendimento físico mais elevado. Apesar disso, a força muscular não é significativamente afetada.

O consumo de água também é extremamente importante na manutenção do peso corporal e na perda de peso. Porquê?

Porque a água potencia o gasto energético, ou seja, ao beber água, teoricamente, o nosso corpo vai gastar mais energia! Está também provado que beber água antes das refeições faz com que comamos menos durante as mesmas.

Para além de benefícios a nível da saúde mental, desempenho físico e na manutenção/ perda de peso, a água traz muitas outras vantagens para o nosso corpo, como:

  • Diminuição do risco de cancro do cólon e da bexiga;
  • Diminuição do risco de pedra nos rins;
  • Diminuição de manchas na pele e acne;
  • Diminuição da prisão de ventre e melhoria do trânsito intestinal.

E será que para nos mantermos hidratados devidamente temos de beber apenas água?

Não. É um mito que apenas a água contribui para a hidratação corporal, sendo que bebidas com cafeína, como chá ou café, quando sem açúcar ou outros aditivos, também contribuem isso.

Assim, para mantermos um nível de hidratação adequado e não comprometer o bom funcionamento do nosso organismo devemos ingerir cerca de 2L a 3.7L de água, chás ou café (sem açúcar), combinado com uma alimentação equilibrada, que não promova o efeito contrário: a desidratação.

Clique para mostrar/ocultar as referências

  1. Wilson MMG, Morley JE. Impaired cognitive function and mental performance in mild dehydration. Eur J Clin Nutr. 0000; 57(S2):S24-S29.
  2. Shannon J, White E, Shattuck AL, Potter JD. Relationship of food groups and water intake to colon cancer risk. Cancer epidemiology, biomarkers & prevention : a publication of the American Association for Cancer Research, cosponsored by the American Society of Preventive Oncology. 1996; 5(7):495-502.
  3. Michaud DS, Spiegelman D, Clinton SK, Rimm EB, Curhan GC, Willett WC, et al. Fluid Intake and the Risk of Bladder Cancer in Men. New England Journal of Medicine. 1999; 340(18):1390-97.
  4. Meschi T, Schianchi T, Ridolo E, Adorni G, Allegri F, Guerra A, et al. Body Weight, Diet and Water Intake in Preventing Stone Disease. Urologia Internationalis. 2004; 72(suppl 1)(Suppl. 1):29-33.
  5. Maughan RJ. Impact of mild dehydration on wellness and on exercise performance. Eur J Clin Nutr. 0000; 57(S2):S19-S23.
  6. Lubin F, Rozen P, Arieli B, Farbstein M, Knaani Y, Bat L, et al. Nutritional and lifestyle habits and water-fiber interaction in colorectal adenoma etiology. Cancer epidemiology, biomarkers & prevention : a publication of the American Association for Cancer Research, cosponsored by the American Society of Preventive Oncology. 1997; 6(2):79-85.
  7. Grandjean AC, Reimers KJ, Bannick KE, Haven MC. The effect of caffeinated, non-caffeinated, caloric and non-caloric beverages on hydration. Journal of the American College of Nutrition. 2000; 19(5):591-600.
  8. Gopinathan PM, Pichan G, Sharma VM. Role of dehydration in heat stress-induced variations in mental performance. Archives of environmental health. 1988; 43(1):15-7.
  9. Cuomo R, Grasso R, Sarnelli G, Capuano G, Nicolai E, Nardone G, et al. Effects of carbonated water on functional dyspepsia and constipation. European journal of gastroenterology & hepatology. 2002; 14(9):991-9.
  10. Boschmann M, Steiniger J, Hille U, Tank J, Adams F, Sharma AM, et al. Water-induced thermogenesis. The Journal of clinical endocrinology and metabolism. 2003; 88(12):6015-9.
  11. Armstrong LE, Ganio MS, Casa DJ, Lee EC, McDermott BP, Klau JF, et al. Mild dehydration affects mood in healthy young women. The Journal of nutrition. 2012; 142(2):382-8.